Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO MANTER UM AMOR

Sem qualquer sombra de dúvida, é mais fácil conquistar um amor, do que mante-lo... Por que será que é tão dificil manter um amor conquistado?
Osculos e amplexos,
Marcial

COMO MANTER UM AMOR
Marcial Salaverry
 
Sem qualquer sombra de dúvida, esse é o maior desejo de todos nós, ou seja, manter o amor da pessoa amada.
Claro que é necessário primeiro conquistar esse amor.  Não sei se conquistar o amor seria a palavra certa, pois penso que o amor não se conquista.  Temos que saber conquistar a pessoa a quem amamos, e assim, obter seu amor, que vem a ser  um premio para nosso coração.
Depois vem a parte mais complicada, que é saber manter esse amor, o que vem a ser muito mais difícil do que a conquista da pessoa amada.
Exemplificando, numa guerra, conquistar um País pode não ser tão difícil, mormente quando um exército é muito superior ao outro. Porém a manutenção do território ocupado requer muitos cuidados e muita atenção, pois sempre existirá o desejo do povo ocupado, de recuperar sua liberdade.
Mal comparando, é o mesmo que se passa quando conquistamos o coração de alguém.
Ora, essa pessoa teve uma vida, onde adquiriu muitos hábitos. Não é um carro zero quilometro, sem qualquer uso.  Já teve alguns relacionamentos que não deram certo (claro, caso contrário não estaria disponível), e isso sempre faz com que tenha algumas defesas acionadas.  Assim sendo, é imprescindível que se observe alguns cuidados para que se possa manter sob controle o “território ocupado”.
Da mesma maneira, também tivemos nossa vida, e, pode-se repetir todo o parágrafo anterior aqui.  Serve como uma luva.
Não podemos tentar impor nossa vontade, assim como não é aconselhável nos submetermos totalmente às regras que “o outro lado” nos queira impor. Ambas estratégias são erradas.
Nenhum dos dois lados deve ceder em sua totalidade.  É importante que haja uma boa base para diálogo, e esse fatores devem ser bem conversados antes mesmo de se firmar o relacionamento, para que todas as arestas sejam aparadas a tempo e hora.
Deve haver muita sinceridade nesse diálogo, que deverá ser o ponto inicial de tudo.  Deverá existir a compreensão dessas arestas, pois é claro que as coisas não serão acertadas assim, num estalar de dedos, mas deverá haver o entendimento, e a vontade de aceitarem-se mutuamente.  A convivência assim iniciada, poderá facilitar o encaixe perfeito das engrenagens.
É muito importante que haja esse entendimento, possibilitando uma relação duradoura, onde exista o respeito, que é a base para o amor.  Nenhuma das partes deverá se impor, bem como nenhuma das partes deverá se submeter, ou mesmo implorar pelo amor. Se o amor existe, se o respeito existe, deverá haver o entendimento, que facilitará a manutenção do “território conquistado”, numa ocupação pacífica, sem rebeliões, nem guerras de fronteiras.
Muito oportunamente, recebi de alguém, um pensamento que acredito seja do meu guru L’Inconnu, e que se encaixa perfeitamente bem ao tema:
Jamais  implore  por um  amor.........afinal  o  amor  é  lindo demais para  ser  apenas  um favor.....
Se chegar ao ponto de ter que implorar pelo amor, é porque ele já acabou, e não vale a pena mantê-lo nessas condições.  Aos parceiros deve ser dada a liberdade de opção, se quer ou não permanecer a nosso lado.  Não tenham dúvidas de que, se a conquista foi bem feita, e a ocupação do “território conquistado” foi mantida dentro de um respeito mútuo, com a dose certa de amor e carinho, jamais será necessário que se implore pelo amor, que sabiamente entenderá que é a nosso lado que deverá permanecer.
Onde existe um amor de verdade, jamais poderá haver dúvidas, apenas respeito e carinho.
E é com muito carinho que desejo a todos
 UM LINDO DIA.
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 25/05/2005
Código do texto: T19646
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19852 textos (1962374 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:02)
Marcial Salaverry