Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR, A VISÃO DO POETA

AMOR, A VISÃO DO POETA

      Quando eu era criança
      Meus pais mostravam-me a vida
      Em sonhos, fantasias,
      Enfeitavam com cores e alegria
      Minha infância, e eu via
      Mesmo na escuridão da violência
      Somente  o Amor, o alvor
      E, meus olhos de iludido petiz
      Me faziam assim, muito feliz
      Bem mais tarde, enfim
      Mostraram-me um mundo em dor
      Passei a viver em saudade
      Das cores do tempo criança
      Sem jamais perder a esperança
      Acreditando num mundo melhor
      Aqui mesmo, ao meu redor
      Passei a tudo observar
      Com os olhos da alma, do coração
      Traduzindo tudo em palavras, minha emoção
      Escritas benditas, eternizadas em poesias
      Sim, há o Amor em profusão
      O cair da tarde, transformado em canção
      O amanhecer uma oração
      A folha que cai vira poesia
      Tudo em perfeita sintonia
      Com o criador, em comunhão
      Sim, o Amor...aos olhos do poeta
      Já me disseram por vezes
      Que de fuga, tem conotação
      Que tento ver a vida em ilusão
      Que fujo do real
      Mas, se posso me distanciar do mal
      Se posso viver e ser feliz
      Vejo sim, na visão do petiz
      Que um mundo melhor posso fazer
      E a todos através da alma poética
      Traduzido pelas mãos, em escrever
      Eternizando, deixando à todos
      A visão do Amor
      A visão da criança
      A real esperança
      Os sonhos, as fantasias
      Sendo transformados no coração
      Alquimia do Amor
      Esta é a real intenção
      Que povoa a imaginação
      A mente do poeta, a visão
      Falar do Amor em profusão
      Até que se abram todos os corações
      Que reconheçam em tudo, o criador
      Que saibam estarmos juntos em evolução
      Que quanto mais vibrarmos amor
      Mais próximos estaremos da perfeição
      Objetivo do Criador...
      Propósito da criação...
      Visão do poeta, o AMOR


      Diana Lima, Itanhaém/SP, 14/01/2004
Diana Lima
Enviado por Diana Lima em 08/06/2005
Código do texto: T23020
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Lima
Santo André - São Paulo - Brasil
152 textos (52793 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 01:57)
Diana Lima