Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perdão

Perdão querido, por não ser toda tua como sonhara, sem poder voltar pelo tempo e desfazer as histórias.
Tantas páginas vividas, tantos espinhos cravados na pele, na alma,  me fizeram o que sou agora.
Me perdoe meu menino, por te mostrar tantas horas de choro, tantos soluços e dores, que fui capaz de guardar pra você somente uma parte do que fôra outrora.
Perdoe por não ter mais, na alma encanto, mas muitas foram as vezes que pela vida fui castigada, tantas quantas  me deixei ser encantada.
Perdoe meu anjo pois sei que proteger-me é o que queres, quando em teu corpo me acolhe e com teu desejo me escolhe a melhor das mulheres.
 

lu do dia
Enviado por lu do dia em 16/09/2006
Reeditado em 17/09/2006
Código do texto: T241808

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lu do dia
Campinas - São Paulo - Brasil
20 textos (1769 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:00)
lu do dia