Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERDADEIRO AMOR

VERDADEIRO AMOR


              Meu amor,
quisera ter palavras bonitas
para lhe dizer neste instante.
Quisera expulsar
esta indesejável solidão
que acompanha meus passos.
Hoje... hoje não tenho palavras...
porque você se faz presente
presença há muito desejada
Contei todos os dias
fiquei decorando tantas frazes lindas
para lhe falar no instante
em que me encontrasse
com você
Pensei em lhe falar da
expressão cintilante de uma estrela
pequenina solta no ar
solitária num cantinho do céu
possivelmente tão triste
e amargurada igual a mim
quando estou longe de você.
Pensei em lhe falar
da noite enluarada
a refletir o fluxo prateado no rio
calmo, embalsamado, morto, tedioso
que se desleixa no oceano
Imaginei um céu crepuscular
cheio de cores estonteantes
na hora em que me encontrasse com você
Tudo é tão encantador
tão fantástico
que me esqueço até mesmo de mim
quando estou perto de você
Seus olhos pequeninos e perseguidores
me calam a voz
me enfeitiçam
Sua voz melódica
balouça minha alma
enfatizando e levando-a para um mundo
estranho em que só se encontra
o verdadeiro amor.
Hoje... hoje não tenho palavras...
Mas o silêncio dos meus olhos
há de revelar
tudo aquilo que imaginei lhe falar
Você é tudo para mim....
 
                                       GLÁCIA DAIBERT
GLÁCIA DAIBERT
Enviado por GLÁCIA DAIBERT em 19/06/2005
Código do texto: T25925
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GLÁCIA DAIBERT
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 63 anos
108 textos (25287 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:59)
GLÁCIA DAIBERT