Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O AMOR MAIOR SE EXPRESSA EM ATITUDES

Há muito tempo atrás, um casal de velhinhos que não tinha filhos, moravam em uma casinha humilde de madeira e, tinham uma vida muito tranqüila. Ambos se amavam e  eram muito felizes. Até que um dia aconteceu um acidente com a senhora. Ela estava trabalhando em sua casa quando começa um fogo na cozinha e as chamas atingem todo o seu corpo. O esposo acorda assustado com os gritos e vai à sua procura, quando a vê coberta pelas chamas. imediatamente tenta ajudá-la. Quando chegaram os bombeiros não havia  mais fogo, apenas fumaça e parte da casa toda destruída

Levaram, rapidamente, o casal para o hospital mais próximo, onde foram internados em estado grave. Após algum tempo aquele senhor, menos atingido pelo fogo, saiu da UTI e foi ao encontro da sua amada. Ainda em seu leito, a senhora, toda queimada, pensava em não viver mais, pois estava toda deformada; as chamas queimaram todo o seu rosto. Logo que ele chega perto, ela lhe foi falando :-“Tudo bom com  você, meu amor? ”Ele respondeu : “Sim, pena que o fogo atingiu os meus olhos e eu não posso mais enxergar, mas fique tranqüila amor, sua beleza está gravada em meu coração, para sempre. E, a esposa, tão triste pelo esposo, disse-lhe:- “Deus, vendo tudo o que aconteceu, tirou-lhe as vistas para que não presenciasse  esta deformidade que eu fiquei. As chamas queimaram todo o meu rosto e estou parecendo um monstro”.

Passado algum tempo, recuperados, voltaram para casa, onde ela fazia tudo para o seu querido esposo e ele, todos os dias, dizia-lhe:- “Como eu te amo! “E, assim, viveram vinte anos até que a senhora veio a falecer. No dia do seu enterro, quando todos se despediam, então ,  veio aquele senhor, sem os óculos escuros e com sua bengala nas mãos, chegou perto do caixão, beijando o rosto e acariciando a sua amada, dizendo em tom apaixonante :- “Como você é linda, meu amor, eu te amo muito”. Ouvindo e vendo aquela cena, um amigo  que estava ao lado, perguntou se o que tinha acontecido era um milagre e, olhando nos olhos dele o velhinho apenas falou :- “Nunca estive cego, apenas fingia, pois quando a vi toda queimada, sabia que ia ser duro , muito difícil para ela, continuar vivendo daquela maneira e apesar do acidente, foram vinte anos muito felizes e apaixonados , que vivemos juntos; nunca esquecerei”.     (Autor  desconhecido)
Moral da História –
 “Seja sempre feliz. Você pode ter defeitos, viver ansioso(a) e ficar triste algumas vezes. Mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo, você deve evitar que ela vá a falência. É bom que sempre se lembre que ser feliz, não é ter um céu sem tempestades; caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções. Ser Feliz é encontrar a paz no perdão; esperança nas batalhas; segurança no palco do medo; amor nos desencontros. Ser  feliz, não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender nos fracassos. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crises.  “Não podemos impedir que aves de mau agouro voem sobre nossa cabeça mas, podemos impedi-las de fazerem ninhos em nossos cabelos”.
Bene – Ctba. -  (BGJ) – 01/03/2010
Bene
Enviado por Bene em 03/09/2007
Reeditado em 01/03/2010
Código do texto: T636316

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bene
Curitiba - Paraná - Brasil, 86 anos
481 textos (275235 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 06:09)