Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Você tocou minha vida

Você tocou minha vida, como nunca antes ninguém havia feito. Na noite em que estou visitando sua cama com minha alma, vejo a chance te der você em meus braços. Mas vejo que tudo se foi, como num passe de mágica.

É tão profundo o corte que você fez em mim que sinto meu coração jogado na rua. Quando eu finjo que você é minha querida amiga, eu fico pensando se você sabe que eu te amo tanto. E passo meus dias e noites atrás de algo que me conforte. O que me pertence nesse momento? Um vazio enorme é o que vejo, quando ainda consigo abrir meus olhos e tentar seguir em frente.

Alguns anjos passaram aqui e me disseram que seria inútil tentar, mas a dor que está aqui dentro eles não souberam como aplacar. Não souberam, também, tirar do meu pensamento seu lindo sorriso, talvez o gesto que mais sinto falta nos meus dias de saudade. Seu jeito de me contar as coisas, às vezes meio embaraçada, ficou marcado em meu olhar, como se todas as pessoas me dissessem as coisas da mesma maneira que você.

Ainda adoro o seu jeito, todas as suas manias e amo ainda mais os seus defeitos. Tudo o que você fazia está gravado e colocado, com carinho, em um baú chamado coração. As noites que passávamos conversando sobre as coisas da vida estão vivas na cama que agora eu durmo sozinho.

Há uma bolha vazia nesta casa agora. Apenas sombras vêem meus olhos. Meu pensamento voa e fica tentando sentir seu beijo, como se você estivesse aqui do meu lado. Minha alma não hesita em te procurar a todo o momento, e minhas mãos ficam agarradas às suas enquanto durmo.

Rezo que para que tudo se ajeite novamente. Penso em você como da primeira vez que a vi, quando meus olhos tiveram a visão do paraíso. Você é a luz que me guia através dessa vida, para que eu ache algum caminho que valha a pena. Agora estamos olhando em direções diferentes, e sempre quando olho pra você eu me apaixono novamente.

Talvez o sol ainda continue a brilhar da mesma forma, mas dois corações estão separados e acabou o agora, o antes e o depois. Sempre confiarei em você e sei que também queres estar ao meu lado. Você sabe que meu coração sempre estará lhe esperando, e toda a magia que vivemos não poderá ter morrido assim tão rápido.

Nós nos apoiamos quando precisamos e passamos por momentos ruins juntos. Quando precisei de uma amiga, você estava lá. Quando você precisou de alguém para chorar as mágoas da vida, eu estava lá. Tanta cumplicidade não pode simplesmente ter morrido, já que você me ensinou a viver novamente.

Você me faz sentir renovado, escrevi e escrevo poemas de amor em razão de sua existência, e sempre vou escrevê-los em sua homenagem. Hoje eu choro a sua ausência, vendo e sentindo a saudade me destroçar aos poucos. Meu coração, arrasado, aguarda a sua volta e espera sua presença para poder sorrir novamente. Não demore.


Alexandre Prado
Enviado por Alexandre Prado em 05/10/2007
Código do texto: T681895

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Prado em: http://recantodasletras.uol.com.br/autores/alexandreprado). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Prado
Jales - São Paulo - Brasil, 40 anos
20 textos (4342 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 16:23)
Alexandre Prado