Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Com Amor e Sem Medo.

Vivemos um período onde as relações amorosas são confusas. O medo das desilusões, leva-nos a amar menos e a nos relacionarmos superficialmente. Fechamos o coração, para nos protegermos da dor e sofremos. Fragmentamos o amor entre vários objetos de desejo. Pisamos no freio para não cairmos na teia do amor. Tentamos toda sorte de proteção, mas será que adianta? O sofrimento é inevitável. Seja por frustrarmos a emoção natural; seja por nos relacionarmos com quem não merece nosso afeto. O medo envolve os sentimentos de homens e mulheres, embora cada gênero se defenda de forma diferente. Ainda acho que vale à pena tentar. Nada se compara a experiência da entrega amorosa, ainda que venha a se transformar, às vezes, em profunda desilusão.Quando amamos de verdade, esse amor vale cada lágrima derramada depois.
E se só temos essa vida, porque não exercemos a melhor experiência que ela pode nos proporcionar? Mas vale a cautela. Não devemos nos entregar a qualquer pessoa que nada de bom possa nos oferecer.
No mais é viver. Viver e amar. Não tenho a menor vergonha de falar o que penso a esse respeito. Portanto uma semana cheia de amor para todos.
Evelyne Furtado
Enviado por Evelyne Furtado em 25/11/2007
Código do texto: T752576

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Evelyne Furtado
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
974 textos (121205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 19:03)
Evelyne Furtado