Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que é que há de Verdade?

Meu Amor,

Desculpe, mas nem  pude ler seu convite naquela mensagem... Com tantos olhos atentos na minha Caixa Postal e eu  já preocupada ao extremo em função das mensagens que poderiam  estar implícitas  naquele belo pingente com uma inicial de mulher  jogado dentro de minha bolsa...  Fiquei ali  esperando nem sei mais o que... Saí...
Como lhe disse na mensagem anterior, ainda fiquei um bom tempo esperando que você me ligasse. Eu não poderia fazê-lo...
 Quer saber?  De coração,  tudo sinaliza para que eu desista ...  Minha razão pede que eu desista...   Sinceramente, não senti que você estivesse muito interessado  em ficar só  comigo... Ou então, está mesmo havendo uma grande falha de comunicação entre nós. Aliás, nem sei como posso ser geminiana, que dizem ser o mais comunicativo signo do zodíaco... Sou mesmo  um zero à esquerda em termos de comunicação...
Nem quero dizer o que esperava do dia de hoje, mas de qualquer forma, mais uma vez, creio que ficou muito claro que seremos mesmo  "Amigos para sempre", pois o medo é maior do que  os nossos sentimentos... É maior do que o que julgamos que iremos perder  se corrermos riscos... Estou sempre tendo esse sentimento. Foi o que senti naquele dia 11 (Talvez  você já tenha esquecido a data), quando olhei para o seu rosto  me mandando entrar rápido num táxi...  Minha cabeça não parava de repetir essa idéia: "Tínhamos muito mais a perder... "
Não sei o que temos a perder nos arriscando, mas com certeza, nós dois julgamos que possa ser muito maior do que a vontade de estarmos juntos.  Talvez essa vontade cresça, talvez desapareça...  Talvez ela  NEM MESMO SEJA REAL... Quem pode saber? Só sei que até quando tudo parece ser possível, as impossibilidades surgem... Não seriam essas impossibilidades  criadas por nossas próprias mentes, por nossas vontades??????   Então, vamos parar e tentar entender o que é que há de verdade...
Clara Nogueira
Enviado por Clara Nogueira em 29/11/2005
Reeditado em 11/07/2008
Código do texto: T78244

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Clara Nogueira
Guapimirim - Rio de Janeiro - Brasil
12 textos (1338 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:35)
Clara Nogueira