Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desculpa se...

Tudo o que gostaria de te falar eram minhas sinceras desculpas. Se te magoei, se muitas vezes te fiz chorar saiba que foi pura infantilidade minha. Se eu um dia conseguir ter a metade da sua força, a metade de seu caráter, da sua inteligêcia eu vou estar feliz.
Posso ter sido uma péssima irmã, mas nunca deixei de te amar, em momento nenhum. Já sofri por te ver assim, e não te culpo de não consegui enchergar a irmã, filha ou pessoa que todos gostariam de ver. Nem sempre as pessoas são o que as outras gostariam que elas fossem. Mas tudo na vida tem uma recompensa e você será recompensada pela sua paciêcia e muitas vezes compreensão, mas algo que eu juro te dar é meu amor, você pode pensar que ele não existe, eu posso não demostrar, mais ele está aqui, bem escondidinho, no fundo do meu peito esperando o teu amor voltar.
Maria Eduarda Florença
Enviado por Maria Eduarda Florença em 09/10/2007
Reeditado em 21/10/2007
Código do texto: T686847
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Eduarda Florença
Jacareí - São Paulo - Brasil
9 textos (1711 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 10:35)
Maria Eduarda Florença