Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem o ultmo adeus

Qual meu espanto ao chegar de uma viagem de trabalho, e deparar-me com um irmão,a minha espera no portão,

sua vos em quase desespero ao pedir para que entrace rápido a casa sem mesmo guardar o carro, me fez ter pensamentos rápidos,

Primeiro meu filho na época ainda um bebe, minha esposa e minha mãe,
em ordem minha mente preparavace para uma ma noticia.

Mas em momento algum imaginara que seria com ele.

Aquele em que eu me espelhava e que me enchia de orgulho ao ouvir de pessoas que o conheciam e Colegas de profissão, qual maestro seria ele em seu trabalho.

Sim hum homem integro, correto, que em tudo que fazia procurava a perfeição.

Com seus 63 anos maioria em sua profissão, chegara a aposentar, mas não conseguira afastar se de seu posto.

Orgulhavace das honrarias recebidas por bem executar seu oficio, que para ele era uma paixão.

Sim fora com ele, um acidente fatal, acidente que levava de nos nosso patriarca, nosso pilar de sustentação, e dei chara no lugar um vazio e muitas indagações.

Porque com ele, qual o motivo, porque agora, o que aconteceu.

Ao passar o primeiro impacto vem a saudade e os questionamentos, ele já sentia,
Praticamente se despediu, deixou tudo pronto.

Ai vem as lembranças de como era e como podia ser melhor ainda, e como poderia eu, não ter percebido os sinais que ele deu antes de partir, foram tão nítidos e eu não os notei antes, aquele sorriso, aquelas palavras, os gestos tão diferentes dos abtuais.

Que chego a conclusão eu não soube, mas ele se despedia de nos, e me preparava para os acontecimentos vindouros .

Pai obrigado por tudo que foi e ainda e para min,

Não me despedi como queria, mas agora de falo, vá em paz e com a certeza de seu dever comprido.

Vá ao encontro de seus entes que lá estão a sua espera e tenho a certeza que você ai será também um grande homen e que chegando minha vez estará ai de braços abertos a me esperar.


(Saudades de voce Pai)
amaury candido
Enviado por amaury candido em 29/09/2007
Reeditado em 17/10/2007
Código do texto: T673163
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do altor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
amaury candido
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 57 anos
18 textos (1978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 19:31)
amaury candido