Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A EUCARISTIA BÍBLICA

Eucaristia é uma palavra que entrou na nossa língua por transliteração do termo grego «eucharistía» (substantivo usado 15 vezes no Novo Testamento). Há ainda a forma verbal «eucharistéou» ( 38 vezes no N.T.) e o adjectivo «eucháristos» ( l vez no N.T.).

A palavra eucaristia tornou-se conhecida por designar um rito religioso, mais precisamente um «sacramento que, segundo a doutrina católica, contém real e substancialmente o corpo, o sangue, a alma e a divindade de Jesus Cristo, sob as espécies de pão e de vinho». (Dicionário Enciclopédico Koogan-Larousse, 1979) Com tal, trata-se de um  rito que, segundo a mesma Igreja,  confere graça sobrenatural aos comungantes.

Todavia o significado etimológico do termo eucaristia é gratidão, agradecimento, acção de graças, como em Actos 24:3, quando Paulo se dirige ao governador Félix e lhe diz: «... com toda a eucaristia o queremos reconhecer », e quando o mesmo Paulo exorta os cristãos de Colossos: «...perseverai em oração, velando nela com eucaristia».  (Col. 4: 2)

A eucaristia está relacionada com a Ceia do Senhor. Quando lemos «... e tendo dado graças o partiu» (I Cor. 11:23), a expressão «tendo dado graças» corresponde, no original grego, a uma só palavra: «eucharistêssas» ( do verbo «eucharistéou» ). Assim, praticar eucaristia é, simplesmente, «dar graças» ou «agradecer». Ao celebrarmos a Ceia do Senhor, tomando o pão e o vinho em Sua memória, manifestamos a nossa  gratidão (eucaristia) Àquele que se deu por nós em sacrifício, na cruz do Calvário, para nossa redenção.

Eucaristia  não é um sacramento, é um sentimento. O sentimento que esteve presente no coração daquele leproso que, de entre os dez que foram curados, foi ao encontro de Jesus para lhe manifestar o seu reconhecimento, a sua gratidão. (Luc. 17:16)
Não iremos fazer alusão a todas as 54 referências à eucaristia no Novo Testamento. Mencionamos algumas das que achamos mais representativas.
O sentimento de eucaristia deve estar presente em todos os actos da nossa vida, pois que os motivos de gratidão (eucaristia) são imensos. O Apóstolo Paulo recomendava: «Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus, em Cristo Jesus,  para convosco». (I Tess. 5:18)  Ele nos criou, nos sustenta, nos conforta, nos alimenta, cuida de nós. Por tudo isso, e muito mais, Lhe devemos profunda eucaristia! Mas, acima de tudo, «Eucaristia... a Deus pelo seu dom inefável». (II Cor 9:15) Se, a partir do substantivo eucaristia, conjugarmos o verbo eucaristiar (agradecer, dar graças) podemos, em uníssono com Paulo, exclamar: « Miserável homem que eu sou!... Eucaristio a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor ». (Rom. 7:24/25) O mesmo Paulo, quando chegou a Roma e se encontrou com os seus irmãos ali,
«... vendo-os, eucaristiou a Deus e tomou ânimo».(Act. 28:15)

O ensino bíblico é praticar a eucaristia sempre (Ef. 5:20), em tudo
(I Tess. 5:18), nomeadamente nas orações. Nestas,  não devemos apenas pedir mas também agradecer. (Filip. 4:6; Col. 4:2; I Tim. 2:1)
Eucaristia pelo zelo, fidelidade, e cooperação dos servos do Senhor, (I Tess. 1:2/3). Convém que a eucaristia esteja presente no nosso vocabulário, em vez de futilidades e inconveniências. (Ef. 5:3/4)
No Além, perante o trono de Deus, os anjos  adoram prostrados, e da sua adoração faz parte a eucaristia. (Apoc. 7:11/12)

Então, podemos concluir que a eucaristia, que significa gratidão, é algo para sentir, para exercitar, para pôr em prática.
Terminamos esta síntese dum estudo bíblico, com o único texto em que aparece a forma adjectiva: « E a paz de Deus, para a qual  também fostes chamados  em um corpo, domine nos vossos corações; e sede eucarísticos ». (Col. 3:15)
Orlando Caetano
Enviado por Orlando Caetano em 23/08/2006
Reeditado em 05/09/2006
Código do texto: T223093
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Orlando Caetano
Portugal
172 textos (15681 leituras)
26 áudios (2932 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:22)
Orlando Caetano