Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando, por quê, quem, onde devo louvar a Deus?

Texto: Salmos 150:6 Todo ser que respira louve ao SENHOR. Aleluia!

Introdução:

Na Bíblia Sagrada podemos ver uma grande quantidade de poemas destinados ao louvor a Deus, e em diversas circunstâncias podemos é expresso o louvor a Deus, os Israelitas eram conhecidos na antiguidade devida os louvores escritos por eles. Podemos como exemplo a as seguintes composições: o Cântico de Moisés em Ex. 15, que celebra a vitória de Deus sobre os que perseguiam o seu povo; O Cântico do Poço em Nm. 21:17-19 que agradece a provisão de Deus mediante a seca do deserto; O Cântico de Débora em Jz. 5 que engrandece a Deus que pela vitória e o despertar de Israel; O Cântico do Lamento de David pela Morte de Jonas e Saul em 2 Sm 1:19-27 que traz um louvor a Deus por ter dado a chance de David tê-los conhecido e expressa a tristeza de seu coração. Estes poemas e muitos outros trazem o significado da existência humana que é de louvar a Deus.
Contudo podemos ver na Bíblia um livro que nos dá o sentido exato da expressão do louvor que é o livro de salmos. Uma coletânea de diversos poemas reunidos provavelmente no século III a. C. por um dos funcionários do templo no período pó exílio. O titulo original é diferente do dado pela Septuaginta, o titulo em hebraico é tephillot, que significa orações propriamente dita. Então o Livro de Salmos era usado para rezas nos Templos de Zorobabel e do Herodes, e nas sinagogas. No novo testamento ele já é dito como o livro dos salmos (Lc 20:42; At. 1:20).
Neste compendio tem a reunião de cinco livro que fazem relação com o Pentateuco, e dentro deles vários poemas que nos trazem assuntos que podemos aprender o ato de louvor a Deus. Para identificar a sua abordagem prática foi dado o entendimento segundo a classificação de momentos poéticos, ou seja, circunstancias pela qual tal poema fora escrito. Em analise de seu conteúdo podemos identificar estes salmos como: orações do individuo (e.g Sl 3; 7; 8); Louvor do individuo pelo livramento de Deus  (e.g. Sl. 30;34); Louvores da comunidade (e.g Sl 12; 44; 79); louvor da comunidade pelo salvamento por Deus (e.g. Sl 66; 75); confissões de confiança no Senhor (e.g Sl 11, 16 e 52); hinos em louvor à majestade e à virtude de Deus (e.g. Sl 8, 19, 29 e 65); cânticos que celebra a soberania de Deus (Sl 47 e 93-99); cânticos da cidade celestial (Sl 46; 48; 76; 84; 122; 126; 129 e 137) e outros cânticos... Todos estes nos demonstram o grande propósito de Deus sobre sua criação, que é o do louvor a Ele (Salmos 148:7  Louvai ao SENHOR da terra, monstros marinhos e abismos todos; Salmos 148:8  fogo e saraiva, neve e vapor e ventos procelosos que lhe executam a palavra; Salmos 148:9  montes e todos os outeiros, árvores frutíferas e todos os cedros; Salmos 148:10  feras e gados, répteis e voláteis; Salmos 148:11  reis da terra e todos os povos, príncipes e todos os juízes da terra), indubitavelmente esta é a vontade do Senhor, mas o que é o louvor?

1) Louvor:

Louvar é um ato de reconhecimento da glória de Deus sobre todos, ou seja, adorar (Salmos 47:2  Pois o SENHOR Altíssimo é tremendo, é o grande rei de toda a terra.), o cristão ele deve exprimir de seu espírito o verdadeiro louvor (João 4:23  Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores.), o ato de adorar não é um ato litúrgico é sim uma expressão da verdadeira necessidade de Deus na vida daquele que compreenderam a verdadeira vida em Deus (Salmos 42:1  Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma.), o louvor quando é manifestado em um adorador é para a sua alma dizer que adora ao Senhor pela necessidade de tê-lo em sua vida.
O povo de Israel louva a Deus no livro de Salmos por aquilo que o Senhor representa na história de sua existência (Salmos 44:1  Ouvimos, ó Deus, com os próprios ouvidos; nossos pais nos têm contado o que outrora fizeste, em seus dias.), os salmistas sabiam que Israel só existia por que Deus era com eles, hoje na história da igreja universal de Cristo não é diferente, o que louva a Deus o louva pelas graças de Deus em suas vidas, por Deus não o abandonarem. O ato de bendizer a Deus em louvor é a consagração do ser a Ele (Salmos 45:1  De boas palavras transborda o meu coração. Ao Rei consagro o que compus; a minha língua é como a pena de habilidoso escritor.), a gratidão de ter Deus em sua vida deve ser a mais completa entrega em adoração de uma pessoa, adorar é confessar quem Deus é na sua vida independentemente da situação que você está passando no momento, porque em todo este momento Deus é Deus no seu viver (Salmos 46:1  Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações.), este momento de confessar segurança em Deus é apura expressão de louvor.
O louvor a Deus é o ato de estar reconhecendo a extrema necessidade de Deus (Salmos 63:1  Ó Deus, tu és o meu Deus forte; eu te busco ansiosamente; a minha alma tem sede de ti; meu corpo te almeja, como terra árida, exausta, sem água.), quando compreendemos o que é louvor e o praticamos com inteireza somos fortalecidos na força de Deus, e isto vai criar em nós uma ansiedade incontrolável de buscar a sua presença, será como uma pessoa que transita num deserto e o seu corpo clamam por águas, águas refrigeradoras, de vida e de vitalidade de Deus.
O que compreende a grandeza de Deus, enxerga o verdadeiro anseio da natureza humana, que é o de estar na presença de Deus (Salmos 63:2 Assim, eu te contemplo no santuário, para ver a tua força e a tua glória.), este louvor é reconhecer a força de Deus em nosso viver e mergulhar em sua glória, este é o louvor sincero, que eleva a presença de Deus em todos os campos de sua vida (Salmos 84:2  A minha alma suspira e desfalece pelos átrios do SENHOR; o meu coração e a minha carne exultam pelo Deus vivo!; Salmos 143:6  A ti levanto as mãos; a minha alma anseia por ti, como terra sedenta.), esta é a razão do viver, de quem tem Deus em sua vida, a graça é a chance de Deus ao ser humano de estar na sua presença. O louvor é a necessidade súbita do homem em estar na presença de Deus (Salmos 143:7  Dá-te pressa, SENHOR, em responder-me; o espírito me desfalece; não me escondas a tua face, para que eu não me torne como os que baixam à cova.), e este louva a Deus em todos os momentos de sua vida.


2) Quando, por quê, quem, onde deve louvar a Deus?

A maior parte das pessoas quando procuram a Deus é por estarem em situações de aflições e no momento de agradecerem a Deus por a terem livrado-as destas elas viram as costas, outros, porém, vivem de maneira antônima, só servem a Deus e o louvam quando está tudo bem, e quando as aflições do dia a dia se levantam deixam a Deus. É incrível como a religiosidade do ser humano anda de acordo com as circunstanciais do viver. E mediante a isto nos perguntamos quando, por quê, quem, onde deve louvar a Deus?

a) Quando louvar a Deus?

Aquele que louva a Deus deve louvá-lo de dentro para fora (Salmos 146: 1  Aleluia! Louva, ó minha alma, ao SENHOR.), isto vai gerar no adorador um ato de obediência a Deus, pois o mesmo, guardou em seu coração o caminho reto de seus ensinamentos (Salmos 103:1  Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga ao seu santo nome.), e nisto a sua entrega será inteira e perfeita, em todas as áreas da sua vida será para adorar a Deus nesta hora será fácil descobrir quando adorar ao Senhor.
A palavra de Deus nos fala quando louvá-lo (Salmos 146: 2 Louvarei ao SENHOR durante a minha vida; cantarei louvores ao meu Deus, enquanto eu viver.) enquanto nós tivermos fôlego neste mundo devemos louvar o Senhor, não apenas em momento bons, mas durante em todo viver devemos louvar o Senhor, (Salmos 63:4. Assim, cumpre-me bendizer-te enquanto eu viver; em teu nome, levanto as mãos.) o nosso dever neste mundo é louvar a Deus, enquanto haver vida, devemos erguer as nossas mãos e clamarmos ao Pai eterno. O louvor deverá ser para sempre interrupto (Salmos 71:14-15  Quanto a mim, esperarei sempre e te louvarei mais e mais. A minha boca relatará a tua justiça e de contínuo os feitos da tua salvação, ainda que eu não saiba o seu número.), em nossos lábios uma expressão continua de adoração pelos feitos e pela salvação de Deus em nosso viver, pela sua graça incontável sobre o nosso viver.
Os que confiam em Deus deverão exaltá-lo para sempre, sem medidas, sem reservas, porque ele é o Deus supremo, Rei dos Reis e Senhor dos Senhores (Salmos 145:1  Exaltar-te-ei, ó Deus meu e Rei; bendirei o teu nome para todo o sempre. Salmos 145:2  Todos os dias te bendirei e louvarei o teu nome para todo o sempre.), bendito é o Deus eterno, esta adoração não se limitará a este mundo mas estará presente em toda a eternidade (Apocalipse 7:9  Depois destas coisas, vi, e eis grande multidão que ninguém podia enumerar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro, vestidos de vestiduras brancas, com palmas nas mãos; Apocalipse 7:10  e clamavam em grande voz, dizendo: Ao nosso Deus, que se assenta no trono, e ao Cordeiro, pertence a salvação. Apocalipse 7:11  Todos os anjos estavam de pé rodeando o trono, os anciãos e os quatro seres viventes, e ante o trono se prostraram sobre o seu rosto, e adoraram a Deus, Apocalipse 7:12  dizendo: Amém! O louvor, e a glória, e a sabedoria, e as ações de graças, e a honra, e o poder, e a força sejam ao nosso Deus, pelos séculos dos séculos. Amém!
Apocalipse 7:13  Um dos anciãos tomou a palavra, dizendo: Estes, que se vestem de vestiduras brancas, quem são e donde vieram? Apocalipse 7:14  Respondi-lhe: meu Senhor, tu o sabes. Ele, então, me disse: São estes os que vêm da grande tribulação, lavaram suas vestiduras e as alvejaram no sangue do Cordeiro, Apocalipse 7:15  razão por que se acham diante do trono de Deus e o servem de dia e de noite no seu santuário; e aquele que se assenta no trono estenderá sobre eles o seu tabernáculo. Apocalipse 7:16  Jamais terão fome, nunca mais terão sede, não cairá sobre eles o sol, nem ardor algum, Apocalipse 7:17  pois o Cordeiro que se encontra no meio do trono os apascentará e os guiará para as fontes da água da vida. E Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima.), glorias a Deus! Todos que louva a Deus em todos os momentos de suas vidas, o louvaram na eternidade, sem as atribulações do presente, pois foram fieis a Deus.

b) Por quê devo adorar ao Senhor?

Por quê devo adorar ao Senhor? Uma vez evangelizando me perguntaram desta forma, são varias respostas Bíblicas para tal pergunta. Nos Salmos 147:1 nos responde de maneira completa quando nos diz (Louvai ao SENHOR, porque é bom e amável cantar louvores ao nosso Deus; fica-lhe bem o cântico de louvor.), devemos louvá-lo, pois só ele é digno de ser louvado, é a natureza do ser humanos dar-lhe louvores e honras, se nós não o louvamos haverá em nós um vazio existencial (Salmos 63:3  Porque a tua graça é melhor do que a vida; os meus lábios te louvam.), não sentido na vida se não for para louvar o Senhor, a filosofia pergunta qual o sentido da vida, já a teologia afirma que o sentido da vida é adorar a Deus, então cumpre o conselho da bíblia louve o Senhor (Salmos 135:3 Louvai ao SENHOR, porque o SENHOR é bom; cantai louvores ao seu nome, porque é agradável.).
Este louvor é porque Deus nos deu a chance de estarmos em Sua Casa (Salmos 122:1  Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do SENHOR.) este é um dos principais motivos para louvarmos, pois Ele nos deu tal chance, uma chance eterna, pelo sangue de seu cordeiro nos conquistou para a eternidade (Apocalipse 5:9  e entoavam novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro e de abrir-lhe os selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste para Deus os que procedem de toda tribo, língua, povo e nação Apocalipse 5:10  e para o nosso Deus os constituíste reino e sacerdotes; e reinarão sobre a terra. Apocalipse 5:11  Vi e ouvi uma voz de muitos anjos ao redor do trono, dos seres viventes e dos anciãos, cujo número era de milhões de milhões e milhares de milhares, Apocalipse 5:12  proclamando em grande voz: Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor.
Apocalipse 5:13  Então, ouvi que toda criatura que há no céu e sobre a terra, debaixo da terra e sobre o mar, e tudo o que neles há, estava dizendo: Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos. Apocalipse 5:14  E os quatro seres viventes respondiam: Amém! Também os anciãos prostraram-se e adoraram.), é por este motivo louvamos a Deus por sermos comprados por Ele, para eternidade.
É porquê devo adorar ao Senhor? Simplesmente pelo fato dEle ter julgado retamente as nações, e  os povos que nelas habitaram não se queixaram de injustiça, por ter se demonstrado como galardoador  dos que confiam nEle, por ter nos salvado e por ser o Único Senhor e Salvador do mundo (Apocalipse 19:1  Depois destas coisas, ouvi no céu uma como grande voz de numerosa multidão, dizendo: Aleluia! A salvação, e a glória, e o poder são do nosso Deus, Apocalipse 19:2  porquanto verdadeiros e justos são os seus juízos, pois julgou a grande meretriz que corrompia a terra com a sua prostituição e das mãos dela vingou o sangue dos seus servos. Apocalipse 19:3  Segunda vez disseram: Aleluia! E a sua fumaça sobe pelos séculos dos séculos. Apocalipse 19:4  Os vinte e quatro anciãos e os quatro seres viventes prostraram-se e adoraram a Deus, que se acha sentado no trono, dizendo: Amém! Aleluia!
Apocalipse 19:5  Saiu uma voz do trono, exclamando: Dai louvores ao nosso Deus, todos os seus servos, os que o temeis, os pequenos e os grandes. Apocalipse 19:6  Então, ouvi uma como voz de numerosa multidão, como de muitas águas e como de fortes trovões, dizendo: Aleluia! Pois reina o Senhor, nosso Deus, o Todo-Poderoso.).

C) Quem deve adorar a Deus?

Muitos que falam sobre o louvor a Deus não enxergam a grandeza do louvor ao Senhor, quem deve louvar a Deus? Esta pergunta é mais bem respondida quando lemos o Salmo 148, o louvor a Deus deve ser prestado a toda criatura nos céus e na terra, o louvor a Deus é dado pela sua soberania e poder (Salmos 103:20-21 Bendizei ao SENHOR, todos os seus anjos, valorosos em poder, que executais as suas ordens e lhe obedeceis à palavra. Bendizei ao SENHOR, todos os seus exércitos, vós, ministros seus, que fazeis a sua vontade.), todos que estão diante de Deus deve louvor a sua glória. A este Deus supremo tudo lhe tributa louvor, seres ou apenas elementos deste mundo em que vivemos (Salmos 148: 3-4  Louvai-o, sol e lua; louvai-o, todas as estrelas luzentes.  Louvai-o, céus dos céus e as águas que estão acima do firmamento.), tudo o que vemos e o que vemos está debaixo de sua regência.
Por que todos devem louvar a Deus? A Palavra do Senhor nos responde (Salmos 148: 5  Louvem o nome do SENHOR, pois mandou ele, e foram criados.), pois a voz de Deus se fez ressoar e todos passaram a existir, a fonte criadora é o Grande Criador (Salmos 33:6  Os céus por sua palavra se fizeram, e, pelo sopro de sua boca, o exército deles.), ou seja, Deus, todos os seres lhe devem louvor por Ele ser a fonte primaria de vida de tudo e todos (Salmos 33:8-9  Tema ao SENHOR toda a terra, temam-no todos os habitantes do mundo. Pois ele falou, e tudo se fez; ele ordenou, e tudo passou a existir.).
O mundo prestara o louvor a Deus, mesmo aqueles que hoje não lhe louvam, ao de dobrar o joelho perante Ele (Salmos 72:11  E todos os reis se prostrem perante ele; todas as nações o sirvam. Romanos 14:11  Como está escrito: Por minha vida, diz o Senhor, diante de mim se dobrará todo joelho, e toda língua dará louvores a Deus.), não tem como fugir o Senhor será louvado e adorado por todos mesmo que hoje não se rendem a Ele se rederam, então o melhor é que o louvem agora por vontade própria, esquecendo de sua arrogância e prepotência, rendido aos pés do único Senhor (Salmos 2:10-11  Agora, pois, ó reis, sede prudentes; deixai-vos advertir, juízes da terra. Servi ao SENHOR com temor e alegrai-vos nele com tremor.), pois no fim o Senhor Jesus vencerá todo o poder da terra (Apocalipse 11:15  O sétimo anjo tocou a trombeta, e houve no céu grandes vozes, dizendo: O reino do mundo se tornou de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos. Apocalipse 17:14  Pelejarão eles contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, pois é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão também os chamados, eleitos e fiéis que se acham com ele.), e todos ficaram diante dEle, vencidos pelo o único Vencedor e Rei (Salmos 86:9  Todas as nações que fizeste virão, prostrar-se-ão diante de ti, Senhor, e glorificarão o teu nome. Apocalipse 21:26  E lhe trarão a glória e a honra das nações.), glória seja dada a Deus!!!

c) Onde devo louvar a Deus?
Devemos ter uma comunhão intensa com Deus a respeito do louvor (Salmos 71:14  Quanto a mim, esperarei sempre e te louvarei mais e mais. Salmos 71:23 Os meus lábios exultarão quando eu te salmodiar; também exultará a minha alma, que remiste.), e esta intensidade irá nos demonstrar a onde temos de louvá-lo. Nas Sagradas Escrituras e em especial no livro dos Salmos vemos que em todo o lugar e em toda circunstancia é para louvar o Senhor, em Salmos 149, nos é dada a grande resposta de onde louvar a Deus.
Em primeiro lugar o Senhor deve ser louvado na Igreja, no seu Santuário (Salmos 149: 1  Aleluia! Cantai ao SENHOR um novo cântico e o seu louvor, na assembléia dos santos.), os que habitam na Casa do Senhor devem lhe render graças e louvores eternos a aquele que fez maravilhas em seu meio e pela sua força nos deu vitória (Salmos 98:1  Cantai ao SENHOR um cântico novo, porque ele tem feito maravilhas; a sua destra e o seu braço santo lhe alcançaram a vitória.). Deus nos deu a sua fidelidade de presente nos abençoando de maneira sem-igual (Salmos 89:5  Celebram os céus as tuas maravilhas, ó SENHOR, e, na assembléia dos santos, a tua fidelidade).
Devemos louvar a Deus em nosso leito, seja este de descanso ou de dor, mas o louvor não deve ser retido de maneira alguma (Salmos 149:5  Exultem de glória os santos, no seu leito cantem de júbilo.) o louvor a Deus é o ato de reconhecer o cuidado de Deus em nossas vidas, é saber que quando o dia levanta o Senhor nos dá misericórdia e a noite em vez de males é o seu louvor que se faz presente em nossos lábios (Salmos 42:8  Contudo, o SENHOR, durante o dia, me concede a sua misericórdia, e à noite comigo está o seu cântico, uma oração ao Deus da minha vida.) e sabemos que podemos louvar a Deus em nosso leito porque a sua fidelidade é presente em nossas vidas (Salmos 92:2  anunciar de manhã a tua misericórdia e, durante as noites, a tua fidelidade).
Nós devemos também louvar a Deus quando estamos em guerra, em circunstancias adversa (Salmos 149:6  Nos seus lábios estejam os altos louvores de Deus, nas suas mãos, espada de dois gumes), na guerra devemos louvar a Deus sem reservas porque Ele nos fará triunfar em meio os problemas, em meio às guerras do dia a dia, o louvor na hora da guerra é o ato de invocar o nome de Deus, e Ele com certeza te atenderá e o libertará das mãos dos seus inimigos (Salmos 18:3  Invoco o SENHOR, digno de ser louvado, e serei salvo dos meus inimigos.), é a força do poder de Deus manifesta em sua vida e isto operará grandezas sobre ti (Salmos 66:3  Dizei a Deus: Que tremendos são os teus feitos! Pela grandeza do teu poder, a ti se mostram submissos os teus inimigos.), não há inimigo maior do que o Senhor Deus, Ele é magnânimo e excelso sobre todos e tudo Ele reina e é mui digno de ser louvado (Salmos 95:3  Porque o SENHOR é o Deus supremo e o grande Rei acima de todos os deuses.).
Devemos louvar a Deus em todos os lugares, em todos os momentos de nossa vida, em nossos lábios deve haver o louvor de Deus, não a nada neste mundo que poderá tirar o louvor de seus lábios.

Conclusão:

Podemos ver neste estudo que o louvor é um ato de reconhecer a soberania de Deus em todas as áreas de nossa vida (Salmos 99:3 Celebrem eles o teu nome grande e tremendo, porque é santo.), Deus é soberano e por este motivo concedeu vitória ao seu povo pela sua salvação e isto será entoado em louvor por todos neste mundo (Filipenses 2:9-11  Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.).
Ao descobrir o que é louvor vemos quando devemos louvá-lo (Salmos 145:1-2  Exaltar-te-ei, ó Deus meu e Rei; bendirei o teu nome para todo o sempre. Todos os dias te bendirei e louvarei o teu nome para todo o sempre.) e a resposta é simples como o salmista expressa, devo louvar a Deus em todo o dia da minha vida, e na eternidade, em todo tempo é para louvar a Deus, não apenas em bons momentos mas também nos momentos de grande aflição. E é mostrado nas Escrituras que todos devem prestar louvor a Deus (Salmos 148:2  Louvai-o, todos os seus anjos; louvai-o, todas as suas legiões celestes.), não há ser que não prestará louvor ao Senhor, dos maiores seres aos menores, dos seres celestiais rebeldes ou não prestaram o reconhecimento da soberania de Deus. E compreendemos que em todos os lugares e em todas as situações é onde devo louvar a Deus como está no Salmo 149, na congregação, no leito, no trabalho, no lar em guerras devemos louvar sempre o Senhor.
O livro de Salmos tem como objetivo revelar o coração do homem a Deus, expressando toda sinceridade e dor, mas trazendo a certeza que Deus está no controle deste problema, e com isto este livro torna um veiculo da expressão do povo a Deus, sendo utilizado para relatara sentimentos que muitas das vezes não conseguimos falar, mas este escrito ali nos Salmos. Quando olhamos em relação ao povo de Israel este livro expressa o anseio pela vinda do Messias que seria a única salvação para este povo, e isto tudo em formas de hinos, este livro é sem sombra de dúvida a mais bela coletânea de hinos já vista pelo o homem.

Douglas Stemback
Enviado por Douglas Stemback em 29/07/2010
Código do texto: T2406307

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Douglas Stemback
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 37 anos
43 textos (26775 leituras)
2 e-livros (134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/14 03:11)
Douglas Stemback



Rádio Poética