Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O BOM SAMARITANO (Prosa e Versos)

Texto extraido do livro "HISTÓRIAS DA BÍBLIA EM PROSA E VERSOS" ainda não editado.

     O AMOR É PRÁTICA CONCRETA:- Um especialista em leis se levantou e, para tentar Jesus, perguntou: -Mestre, o que devo fazer para receber em herança a vida eterna?
Jesus disse-lhe:  - O que é que está escrito na Lei? Como você a lê? Ele entã respondeu: - Ame o Senhor, seu Deus com todo o seu coração, com toda a sua alma, com toda a sua força e com toda a sua mente; e ao próximo como a si mesmo.
Jesus disse-lhe:  - Você respondeu certo. Faça isso e viverá!
Mas o especialista em leis, querendo se justificar  disse a Jesus:
-E quem é meu próximo?  Jesus respondeu: preste atenção nesta história que vou lhe contar:

- Um homem ia descendo de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos de assaltantes, que lhe arrancaram tudo, e o espancaram. Depois foram embora, e o deixaram quase morto. Por acaso um sacerdote estava descendo por aquele caminho; viu o homem, porém, passou pelo outro lado da estrada sem dar a mínima importância. O mesmo aconteceu com um levita: chegou ao lugar, viu, e passou pelo outro lado indo adiante como fez o sacerdote.
Mais tarde passou por ali um samaritano que estava viajando. Chegou perto daquele homem aproximou-se dele e teve compaixão.
Ao ver seus ferimentos, fez curativos derramando óleo e vinho nas feridas. Em seguida, colocou-o em seu próprio animal, e o levou a uma pensão, onde cuidou dele durante aquela noite.
No dia seguinte, pegou  duas moedas de prata, e as entregou ao dono da pensão, recomendando: - Tome conta dele. Quando eu voltar, pagarei o que ele tiver gasto a mais.
E Jesus perguntou: - Na sua opinião, qual dos três foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes?
O especialçista em leis respondeu: - Aquele que praticou misericórdia para com ele.
Então Jesus lhe disse: - Vá e faça a mesma coisa.

                          O BOM SAMARITANO
                                  Versos

Um dia um doutor da lei              Depois dele um levita
De Jesus se aproximou                Por ali também passou;
E, querendo provocá-lo,             Vendo o homem quase morto,
Arrogante assim falou:               Nem ao menos se importou.
                                             Como fez o sacerdote
- Que devo fazer bom Mestre      A viagem continuou.
Pra a vida eterna alcançar?         O seu coração de pedra
E Jesus lhe respondeu,               Nem sequer se emonionou.
Sem se fazer esperar:
                                             Porém, ao cair da noite
- Tu és mestre em Israel,           Montado em seu jumentinho,
Tu és doutor, eu bem sei            Lá vinha o samaritano
Portanto deves saber                 Naquele mesmo caminho.
O que é que diz a lei...
                                              Ao ver o pobre infeliz,
- A Lei manda que amemos             Caído à beira da estrada,
Ao nosso Deus e Senhor              Encheu-se de compaixão
De coração e de alma,                E não pensou em mais nada.
Com todo o nosso amor,
                                              Apeou do seu jumento
Com toda a nossa força,              E ao pobre socorreu,
Entendimento e razão                  Ele era samartitano
E que amemos igualmente             E o outro era judeu...
Ao próximo nosso irmão.
                                               Porém, naquele momento
- Sem dúvida meu amigo,             Nada disso importava.
Respondeste sabiamente:             Aquele pobre infeliz
Cumprindo o que diz a lei              De ajuda precisava.
Viverás eternamente!
                                               Derramou azeite e vinho
Porém, falou o doutor                  Em todos os ferimentos
A fim de se desculpar:                 Com cuidado colocou-o
- Então quem é o meu próximo?     Na sela do seu jumento
A quem devo assim amar?
                                               Levou-o à estalagem
Então Jesus lhe contou,               Mais próxiama que encontrou
Com sua paciência infinda             E, com todo op seu carinho,
Uma história comovente,              Do pobre homem cuidou.
A parábola mais linda.
                                               No outro dia, ao partir,
- Certa vez um pobre homem        Deu ordens ao hospedeiro
Que andava muito só,                  Que ajudasse o pobre homem
Saiu de Jerusalém                       Por aquele dia inteiro.
Com destino a Jericó.                  A noite quando voltasse
                                               Lhe daria mais dinheiro.
Porém, durante a viagem,
Algo triste aconteceu                  Lá foi o samaritano
Com aquele pobre homem             Alegre, para a cidade.
Que, por certo era judeu.             Acabara de fazer
                                               Um ato de caridade!
Bandidos o atacaram,
Ferindo-o sem piedade.                Agora doutor, me diga
Deixaram-no semimorto                Qual dos três estava certo:
Muito longe da cidade.                 Aquele que o socorreu
                                               Ou os outros dois "espertos"?
E alí à beira da estrada,
O homem ficou caído.                   Qual deles mostrou-se´próximo
Ninguém podia escutar                  Daquele pobre judeu?
Seus lamentos e gemidos...            - Sem dúvida, ó bom Mestre
                                                 Aquele que o socorreu!
Até que ao cair da tarde,
Um sacerdote passou                    Pois então meu bom doutor,
Por aquela mesma estrada              Pratique a caridade
E o ferido avistou                         E viverá para sempre
                                                Na feliz eternidade!
Mas aquele sacerdote
Que era judeu, certamente,           Sebastião Gomes de Oliveira
Nem desceu da montaria.                     (Paraibuna  SP)
Insesível, foi em frente.


Antônio Oliveira
Enviado por Antônio Oliveira em 08/10/2007
Reeditado em 15/11/2007
Código do texto: T685569
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antônio Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 72 anos
702 textos (560645 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 03:25)
Antônio Oliveira