Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM SOBERANO REINANDO NUMA ALDEIA DE CAMPONESES





 

"DIZEI À FILHA DE SIÃO: EIS AÍ TE VEM O TEU REI, HUMILDE MONTADO EM JUMENTO,NUM JUMENTINHO, CRIA DE ANIMAL DE CARGA"(Mt.21:5).
-------------------------------------------------------------

UM SOBERANO REINANDO NUMA ALDEIA DE CAMPONESES
 
JESUS não se apresentou na história como um grande soberano que, descendo das alturas de seu conforto, ordena a libertação dos oprimidos. Ele desceu até a lama da vida, fez-se pequenino e conheceu na própria carne o que é a existência humana.
"POR ISSO MESMO, CONVINHA QUE, EM TODAS AS COISAS, SE TORNASSE SEMELHANTE AOS IRMÃOS...."(Hb. 2:17).

JESUS viveu como qualquer outra pessoa a vida escondida de uma pequena aldeia de camponeses; suas penas e alegrias, seu trabalho, simplicidade e companheirismo.
Sua mãe, Maria, era boa e simples, de uma grande coração e fé no Senhor. Seu pai adotivo, José, era o carpinteiro do povoado.
E, como filho de gente pobre, logo conheceu o que são as privações dos pobres. Começa por não ter onde nascer.Recém-nascido, vê-se obrigado a fugir com seus pais para o estrangeiro. Passa a juventude e os primeiros anos de maturidade em Nazaré, vivendo a vida anônima de qualquer camponês artesão.
No povoado era conhecido como "FILHO DO CARPINTEIRO" (Mt.13:55) ou simplesmente como "CARPINTEIRO" (Mt. 6:3). Como carpinteiro da aldeia, era homem habilodoso, sempre disposto a dar uma mãozinha quem necessitasse. Podemos imaginá-lo manejando habilodosamente o machado ou a serra ou então em cima de uma casa, colocando o madeiramento do telhado.
Naquela época certamente um carpinteiro de aldeia não teria muito serviço a fazer. Por isso, é bem possível que muitas vezes fosse para o campo, ajudar nos afazeres agrícolas. Por suas palavras mostrou conhecer os problemas da semeadura e da colheita. "EIS QUE SAIU O SEMEADOR A SEMEAR..." (Mc. 4:3-8). Fala também dos bóias-frias, que ficavam esperando na praça até que alguém venha contratá-los para alguma tarefa. "SAINDO PELA TERCEIRA HORA, VIU, NA PRAÇA, OUTROS QUE ESTAVAM DESOCUPADOS..." (Mt.20:3). Não teria ele também passado alguma vez por essa situação?
Parece que em criança foi pastor, pois fala da vida dos pastores como tivesse conhecido por experiência própria. Sabe como se procura uma ovelha perdida. "QUAL, DENTRE VÓS, É O HOMEM QUE POSSUINDO CEM OVELHAS E PERDENDO UMA DELAS, NÃO DEIXA NO DESERTO AS NOVENTA E NOVE E VAI EM BUSCA DA QUE SE PERDEU, ATÉ ENCONTRÁ-LA?" (Lc.15:4); como se defendem as ovelhas dos lobos(Mt. 10:16) ou como se cuida no aprisco (Jo. 10:1-16).
Sua forma de falar é a do povo, simples, claro, direto, sempre a partir de um caso concreto. Suas mãos cheias de calos e o rosto curtido pelo trabalho não se diferenciavam em nada dos de qualquer camponês da região.
João Batista teve que apontá-lo com o dedo, para indicar a quem se referia na sua pregação, pois não tinha nenhum sinal especial: "EIS O CARDEIRO DE DEUS, QUE TIRA O PECADO DO MUNDO.."(Jo. 1:29).
JESUS soube o que é fome (Mt. 4:2), a sede (Jo.19:28), o cansaço (Jo. 4:6), a vida insegura e sem teto; "AS RAPOSAS TEM SEUS COVIS, E AS AVES DO CÉU, NINHOS; MAS O FILHO DO HOMEM NÃO TEM ONDE INCLINAR A CABEÇA" (Mt. 8:20).

Homem do povo conhecia bem os costumes do povo. Sabe como é que uma mulher faz o pão em casa (Mt.13:33), como são as brincadeiras das crianças na praça (Lc.7:32), ou como alguns administradores de empresa defraudam o patrão. (Lc. 16: 1-12).

JESUS conheceu a fundo, na própria carne, o sofrimento humano. Sentiu dúvidas e tentações (Hb. 4:15-16). Conheceu o medo (Jo. 12:27). Sentiu-se desprezado por ser um homem sem diplomas. "ENTÃO, OS JUDEUS SE MARAVILHAVAM E DIZIAM: COMO SABE ESTE LETRAS, SEM TER ESTUDADO?"(Jo, 7:15).
Soube o que é solidão. Foi traído. Sofreu toda espécie de calúnias. Finalmente sofreu prisão, maus tratos e torturas e morte.

O grande em tudo isso é que este JESUS operário, camponês, pregador infatigável, era o próprio DEUS em pessoa. DEUS que descera a terra para sofrer com todos os despojados e desprezados. JESUS é a figura viva desse DEUS da Bíblia que sempre se tinha mostrado como Pai, bondoso para todos os homens.

Desde a vinda de JESUS, todos os ideais do povo de DEUS podem tornar-se realidade. Todo o bem é agora possível para nós, pois de acordo com a Bíblia, CRISTO é a nossa esperança, e o nosso DEUS é chamado de o DEUS DA ESPERANÇA.

"O DEUS DA ESPERANÇA, VOS ENCHA DE TODO O GOZO E PAZ NO VOSSO CRER, PARA QUE SEJAIS RICOS DE ESPERANÇA NO PODER DO ESPÍRITO SANTO". (Rm. 15:13).





FONTES:
Bíblia Sagrada
Livro de Estudo Bíblico.

WILSON DE OLIVEIRA CARVALHO.

 
   
 

 
 
 



Wil
Enviado por Wil em 14/11/2005
Código do texto: T71500
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84504 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:59)
Wil