Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Oração à Iemanjá


Salve Rainha do mar, minha mãe Janaína
Canto à Iemanjá
Adolê, Odoyá minha mãe!

Banha o meu corpo, limpa minha alma
Renova meu espírito, me abriga em teu íntimo
Mãe d’água Odoyá!

Bela sereia, deusa da beleza, traz-me um amor, um beijo de mar
Traz pra mim as certezas de um presente próspero, da saúde do corpo, a leveza da alma
Canta ao meu ouvido, encanta os meus sentidos, e eu me entrego ao mar

Banha meu corpo, limpa minha alma
Renova meu espírito, me abriga em teu íntimo
Mãe d’água Odoyá
Canto à Janaína!

Linda donzela, mulher dos sete mares, teu porto está nos ares, onde quiser que esteja
Dá-me segurança, constância e prudência, permite um banho de mar ao luar, permite na areia da praia eu deitar... faz real o meu sonhar mãe d’água, traz amor pra eu amar
Canto a ti Iemanjá!
Adolê, Odoyá mainha!
Salve a Senhora dama, Salve a Guerreira eleita princesa no templo do mar
Adolê, Odoyá!
Agradeço pelo que virá, pois o melhor será
Com a graça e a força de Iemanjá
Rogo a ti Janaína
Adolê, Odoyá! Minha mãe de alma!



Fonte: Luciana Dantas


Quem quiser fazer pedidos, faça nesse link > Aqui
Ana Átman
Enviado por Ana Átman em 02/02/2009
Reeditado em 02/02/2010
Código do texto: T1418362
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Átman
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
570 textos (158918 leituras)
30 áudios (8481 audições)
2 e-livros (2669 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/11/14 22:17)
Ana Átman



Rádio Poética