CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

O uve minha prece Senhor
R ecorro ao teu amor
A trevo a pedir o seu favor
R esponde pois ao meu clamor.

N ão me abandoneis
U m só instante sózinha
M as caminhas comigo.

G lória Te dou meu Pai
R ogo tua proteção
A jude-me a vencer
N esta vida e
D errotar esta aflição.
E spero em te Senhor.

M esmo que seja na dor
O sofrimento não me separa do seu amor
M as também nas alegrias,
E levo minha voz em gratidão.
N ão quero me afastar de Te.
T eu Espirito Santo me conduz e diminui
O  peso  da minha cruz

A legro em  te Senhor
F onte  inesgotável de amor
L ouvo a te Senhor
I nflama em mim a chama
Ç ardente do teu calor
A juda-me a busca-Lo a todo momento e
O alívio para os meus sofrimentos.


COM CARINHO
ANGELICA GOUVEA









Orar num grande momento de aflição




 

   Na noite em que rezei essa oração estava muito aflito. Um sentimento de impotência, de medo e tristeza invadia meu coração. Compus essa oração teclando com minha irmã na internet, chorando e rezando, mas procurando ajuda, pois não vou me deixar vencer: “Pode a tristeza durar até o anoitecer, mas a alegria logo vem no amanhecer”. Estava naquela noite com duas pessoas de confiança, O Senhor e minha irmã. Quero partilhar e rezar com você que se encontra aflito e abatido por muitos motivos: Prece de um aflito que desabafa sua angústia diante do Senhor: “Senhor, escuta a minha oração, e chegue até vós o meu clamor.Não oculteis de mim a vossa face no dia de minha angústia. Inclinai para mim o vosso ouvido. Quando vos invocar, acudi-me prontamente”. (Salmo 101,1-3). 

Meu Deus eu me sinto tão impotente, vem ser a minha Força.
Eu sinto uma perda como se tirasse o chão dos meus pés, vem ser minha Rocha firme,
Onde eu possa construir a minha vida.
O meu coração é habitado pelas dúvidas e incertezas, vem Senhor, ser meu consolo e minha segurança.
Meu Deus, eu me sinto tão sozinho, que nenhuma pessoa poderia preencher esse vazio.
Vem e derrama sobre mim o fogo do amor do Teu Santo Espírito .
Só o Teu amor pode me curar neste momento, vem Senhor, com Tuas Santas mãos toca-nos e seremos renovados.
Meu Senhor, eu não consigo parar de chorar, vem consolar o meu pranto. Recolhe as minhas lágrimas num odre, para que nenhuma delas se perca.
Deixa-me colocar minha cabeça no Teu peito como fez São João,
E repousar, ouvir Teu coração.
Coloca-me nos ombros como a ovelha encontrada pelo Bom Pastor.
Quero ouvir tua voz: “Filho porque choras?”.
_Não sei onde colocaram o meu Senhor.
Ouvir a Tua voz como Maria Madalena e perceber que não havia te perdido,
Estavas dentro de mim e eu Te buscava fora.
Neste momento preciso de Maria, Tua mãe.
Posso ouvir a tua voz dizendo: “Filho, eis ai a tua mãe, mãe eis ai o teu filho!”.
Quero neste dia ficar no colo de Maria, como o Senhor ficou depois da cruz.
O colo de Maria é isso que eu quero agora Senhor!   Amém  

“Os que semeiam entre lágrimas, recolherão com alegria”. (Salmos 125,5)  Tenho rezado muito cantando essa canção do Pe Cleidmar: 

“Vem Senhor passar neste lugar / derrama a Tua graça sobre nós.
Vêm Senhor com Tuas Santas mãos / toca-nos e seremos renovados. 

A Tua graça em nós derramada é fonte de cura e sinais,
A Tua graça em nós liberada liberta-nos do mal. 

Ressuscita-me Senhor, toca-me senhor, cura-me Senhor! 

A Tua graça em nós derramada é fonte de cura e sinais,
A Tua graça em nós liberada liberta-nos do mal.” 

Minha benção fraterna+ 

Padre Luizinho,
Missionário Canção Nova


ANGELICA GOUVEA e Padre Luizinho Missionário da Canção Nova
Enviado por ANGELICA GOUVEA em 18/02/2009
Reeditado em 26/07/2011
Código do texto: T1446012
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
ANGELICA GOUVEA
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 55 anos
2584 textos (475990 leituras)
8 e-livros (462 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/14 14:39)