Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pois o que sou, todo fardo...

Neste corpo ó pai, que me és um meio -
Arrependo-me de o ter e não temo -
O dia de amanhã, mais um no meio do tempo -
Será menos um daquele, que mais temo -

Ó pai, guia-me por entre fundos e labirintos -
Sou enganado e persuadido -
Perdoa-me por ter me iludido -
Me calar e esquecer do que é mais antigo -

Supero-me pois -
Às barreiras do tempo -
Do perdido em desalento -
Sou alma em puro vento -

Pois oro com doçura -
Em poesia e ternura -
O inesperado sempre esperado -
É ter-me perto de ti, que só, me desembaraço.
Thiago Victor
Enviado por Thiago Victor em 31/08/2007
Código do texto: T633138
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Thiago Victor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Victor
Pará de Minas - Minas Gerais - Brasil
56 textos (2130 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 14:25)
Thiago Victor