Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta aberta às nobres putas emotivas

Todos devaneiam hoje em dia...todos querem poder devanear....devaneio é pop...devanear é fazer apologia à cultura, ao ser culto...o que é o culto?o que é o ser culto?
O culto, julgo, é aquele com a enorme e não-menos-infeliz capacidade de legendar-se, de dar-se traduções...de debilitar-se...debilitar-se é pop...debilitar-se vende bem...e essa auto-debilitação a que me refiro é aquela tão necessária pra que se haja a prostituição do caráter...prostituição essa tão necessária para que haja a hipertrofia do ego...pessoas sem ego são desinteressantes...não por sua pseudo-ética ou por suas insinuações de auto-preservação, diria mais porque talvez sejam de fato as verdadeiras debilitadas...
O debilitado(diga-se pseudo-debilitado) vai ser o primeiro a querer me vender seu pequeno punhado de devaneios e frases-palavras sem nexo, nauseantemente recheado de floreios melancólicos.Eles precisam que eu os compre, que eu os consuma, caso contrário implodem, morrem, vagam...vão felizes pelo menos, pois vão certos de que pelo menos a implosão os venderá...
Pobres prostitutas...anotam e decoram...masturbam e revoltam...correm e consomem...dão seus tímidos primeiros passos na lama e orgulham-se de suas demagogias...pintam-se e disfarçam-se de pessoas...contentam-se em abrir mão de seu “existir” em prol de seu “julgar” e ficam felizes quando todos cinicamente riem de seus sarcasmos batidos...torcem para que seus espelhamentos não soem tão vulgares quanto de fato são...

Mas tudo bem, não vejo maiores problemas...altruísta que sou cedo-lhes fervorosamente a minha pena...apiedo-me delas...logo estarão velhas e cansadas, as pobres...e suas antes tão requintadas demagogias tornar-se-ão toscas e enfadonhas, terminando por assassina-las...não pense você, tão caro leitor que me vem à cabeça a apelação...não quero apelar, não ouso...apelar seria demasiado indelicado e, por que não arriscar, demasiado hipócrita...e hipocrisias, julgo eu, já as temos em demasia...não?

...

pobres putas emotivas...


(por favor, para comentários posteriores...não estou utilizando a palavra "puta" no seu sentido literal...apenas utilizando-a de uma maneira generalizada pelo seu sentido difamatório...)
Daniel Palatnik
Enviado por Daniel Palatnik em 08/03/2006
Reeditado em 09/03/2006
Código do texto: T120241
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Palatnik
Petrópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
9 textos (431 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:36)
Daniel Palatnik