Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Exílio

 Oh! doce e amargo exílio, doce quando se busca novos ares, novas terras, passada a sensação de descoberta, de conquista, sente-se o amargo do exílio, a lembrança da terra natal dos amigos perdidos. Doce quando se faz por vontade própria, amargo quando obrigado. Porém, o amargo prevalee por estar longe daquilo que tanto se quer mas que não se percebe.
Marcos Sudério
Enviado por Marcos Sudério em 22/03/2006
Código do texto: T126894
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Sudério
Itaara - Rio Grande do Sul - Brasil, 50 anos
2 textos (50 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:24)
Marcos Sudério