Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Atrás da Porta

                  (Elis Regina) Atrás da Porta

“Quando olhastes bem nos olhos meus
E teu olhar era de adeus, juro que não acreditei
Eu te estranhei, me debrucei Sobre o teu corpo e duvidei
E me arrastei, e te arranhei
E me agarrei nos teus cabelos
No teu peito, teu pijama
Nos teus pés, ao pé da cama Sem carinho, sem coberta
No tapete atrás da porta Reclamei baixinho
Dei prá maldizer o nosso lar
Pra sujar teu nome, te humilhar
E me vingar a qualquer preço Te adorando pelo avesso
Prá te mostrar que ainda sou tua
Até provar que ainda sou tua. “



...Agora, eu choro. Choro de dor no coração.

De arrependimento. De desespero...

Ah que eu tivesse ao menos uma nova chance, de poder mostrar

Que ainda posso ser como antes...

Por quê erramos tanto? Por quê somos tão idiotas?

Tudo o que quero nesse momento é apenas uma máquina do tempo,

Para poder retomar toda essa minha burrada.

Agora me pergunto, como vou viver se a minha vida foi embora?

Se tudo o que quero é ter o meu bebê aqui do meu lado de volta.

De me destes ao menos uma chance, de provar que ainda te amo,

Que ainda te quero,

De que ainda sou aquela princesinha que você conheceu...

Como me arrependo, de não ter dado ouvidos ao meu coração.

De não ter olhado a minha volta.

De não ter pensado com mais consciência.

De ter agido por impulso, de forma mal pensada.

Culpo-me com toda minha força por ter feito você derramar as suas lágrimas.

De ter feito você sofrer.

Levarei essa cruz em minhas costas até o fim dos meus dias.

E chorarei até me afogar...

Peço-lhe perdão por ter sido essa pessoa horrível, mas quero que lembre, que serei sempre a sua estrela, aquela que te guia e te ilumina...

Pode ter certeza de que te amo como nunca amei.

Que te quero como nunca quis.

E no futuro...

te amarei bem mais que essa hora!

Babinha
Enviado por Babinha em 08/04/2006
Código do texto: T135820
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Babinha
São Paulo - São Paulo - Brasil, 26 anos
41 textos (2560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:17)
Babinha