Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Viver sem amor, dói. VERDADE.


 Viver sem amor…dói.
O maldito ciúme …mói.


Como viver esta vida
Mesmo sem ter o amor
É mais curta que comprida
E meu primo é um estupor

E olhem que é mesmo, estou farta de chupar no dedo e de roer as minhas belas unhas. Que raio de vida.

Já sei, vou esquecer o gajo, engato um editor desses que há para aí na net e vou ser conhecida por todo o mundo. Hihihihihihihihihi ( Mas que tenha coiso. Hihihihihihihihi de preferência casado para não ter de lavar a roupa do gajo, cueca eu não lavo... Tá fora de questão, que lave ele.Hihihihihihihihihihi)

Baronesa de Vilalice ( A toda boa… Mas por agora sem coiso.)

Baronesa de Vilalice
Enviado por Baronesa de Vilalice em 29/04/2006
Reeditado em 29/04/2006
Código do texto: T147462
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baronesa de Vilalice
Portugal, 52 anos
71 textos (8119 leituras)
12 áudios (5757 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:30)
Baronesa de Vilalice