Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Águas Paradas

Um instante apenas foi o bastante
para eu me tocar do sentido real
das lágrimas dos homens.
Lágrimas de poluição,
de ódio,
de guerras.


O homem é um quadro
que enfeita as paredes do mundo.
As molduras os prendem,
fazendo com que se deitem mais cedo.
Enviado por PÉ em 20/05/2006
Código do texto: T159808
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Curitiba - Paraná - Brasil, 50 anos
5 textos (176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:17)
PÉ