Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quero

O amor não existe, são ilusões ensinadas a séculos por milhares de pessoas. É necessário crer nisso para poder viver. Não creio em nada, pois nada acontece. Cansei de crer, pois já acreditei em tudo, mas nada acontece.
Estou cansada, mas infelizmente não tenho coragem de fazer aquilo que gostaria. Sou tão incompetente, tão tola de ainda achar que é possível, de ainda crer.
Não faço parte do 90%, nem dos 30%, nem de nenhum %...não faço parte de nada, não tenho nada e não sou nada, sou apenas aquela que cuida e alegra, aquela que faz, q obedece. A que chora e tolera...a que irrita, a chata e incoveniente, a que não sabe escutar e não sabe falar. Será que algum dia fui alguém? Quero ser uma lembrança, apenas isso. As lembranças por mais que doam são boas e pelo menos são lembradas.
Quero um médico, uma cura...um remédio fantástico e uma felicidade imediata. Quero ter alegria, quero não poder chorar mais e perder o medo. Não ter medo, nem do medo, nem de mim, nem de fazer oq quero. Quero desejar, quero poder ser e fazer...quero tanta coisa...mas não sou ninguém.
Quero quem me cuide e ame, quero quem me queira, quero ser notada...elogiada, admirada, quero ser importante pelo menos para um ser ignorante.
Preciso de alguém que me ouça e que me ajude, que me faça acreditar que eu sou melhor do que penso, que me faça sentir bem por apenas um segundo e por mais algumas horas.
Quero músicas e poesias, que cantoria, quero homenagens e bobagens, quero afeto e afeções, quero ver os sentimentos, senti-los por perto. Quero mais tempo, mais alento e menos relento. Quero poder sorrir por dentro.
Quero uma análise, quero uma hora de atenção, nem que seja paga. Quero ter respeito, quero ser oq desejo e acabar com o que sou, quero ser perfumada como uma flor, tocada como uma música, observada como uma obra, ser importante como o sol.
Quero ser os olhos de um cego, a voz de um mudo, a música dos surdos, quero ser um grande amor.
Ser o sentido de uma vida, o desejo inexplicavél, a paixão ardua, a música mais bonita e mais tocada, a imagem mais bela, o cheiro mais agradavél, quero apenas ser algo e deixar de ser o nada.
Quero minha vida de volta, a volta a vida, o retorno da alegria.
Quero conversar, saber falar, quero ser ouvida e entendida, quero que minhas palavras tenham algum sentido, e não sejam apenas palavras, quero ser inteligente, quero ser requisitada, quero ser notada.
Quero um amor eterno, um verdadeiro no qual haja investimento, quero um pedido de casamento, um olhar apaixonado, uma oferta de felicidade. Quero provocar a loucura em algum ser humano, quero ser a loucura e deixar alguém insano.
Quero um amigo íntimo, um segredo bem guardado, um olhar alucinado, um beijo apaixonado.
Quero dormir nas nuvens acabar com os pesadelos. Sonhar apenas com flores.
Quero ter colegas para poder falar bobagens, para rirmos dos absurdos que existem no ser humano, quero ser a companhia de algum solitário, ser a companheira de algum
necessitado.
Preciso sair do lugar, acabar com um fracasso involuntario, preciso de ajuda e companhia, preciso de um ombro amigo, alguém com quem falar, preciso ser entendido, preciso ser ouvido, mimado e amado, acalentado enquanto choro, enquanto sofro, enquanto doí. Quero perder a vontade de morrer de imediato, de sumir sem dizer nada, de pensar que não sou nada.
Quero não sentir frio, quero parar de chorar, quero não chorar. Quero ficar doente e acabar com minha vida.
Engraçada como é a vida, aprendi a lidar com a mente, mas não sei lidar com a minha.
Akylla
Enviado por Akylla em 22/05/2006
Código do texto: T160490
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akylla
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil
2 textos (127 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:13)