Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                                  Os mínimos detalhes

                               “Quem não conhece os detalhes,
                                jamais entenderá a obra completa.” 


     
Você é convidado para assistir a uma exposição de Arte Moderna. Ao observar alguns quadros de pintura abstrata, você se pergunta: “Como pagam milhões aos autores desses rabiscos coloridos, isso é arte?”. 
     Pergunte-se novamente: “Eu tenho capacidade para entender e criticar esse tipo de arte?”; a resposta, se me permite a ousadia, é não, você não conhece a história, o traço, a cor, a profundidade, a própria concepção do Abstracionismo, ou seja, não conhece os detalhes que o tornam Arte. Da mesma forma, a vida apresenta circunstâncias particulares que contribuem para a concepção de um quadro que lhe parece abstrato: a negação de um sim ou de um sorriso; a desatenção a um “Bom dia!” ou a um “Muito obrigado!”. 
     “Estou gripado novamente”, você constata. Mas será que após o último resfriado você se alimentou com qualidade, consumiu as Vitaminas necessárias à reposição de suas energias, descansou o suficiente, depois de árduas jornadas de trabalho ou de estudo? 
     A observação minuciosa e o aprendizado específico, amigo vencedor, fazem de você um crítico e constituem os alicerces necessários a torná-lo senhor soberano que conhece a si e entende e respeita as diferenças. Não se consegue ascensão profissional se não há reciclagem e reaprendizado; não se promove evolução social com pueris reclamações de que ninguém gosta de você ou que sua opinião nunca é considerada válida. 
     Levante-se da cadeira do escritório, já marcada com a anatomia de seu corpo acomodado; levante-se da cama onde dorme sua indolência e sua preguiça e sorria para a vida. Vai buscar a Luz! Mas não a procure no Sol, ele se fez único desde o início dos tempos, seja uma humilde chama. Se merecer, será um dia uma simples e morredoura vela. Mais tarde, ao reconhecer os segredos da Luz, você será capaz de entender que sua obra finalmente se completou.
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 05/06/2006
Reeditado em 15/06/2006
Código do texto: T170042

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351720 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:48)
Nel de Moraes