Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração de criança

Todos nós um dia tivemos um coração de criaça, aquele coração que nos fazia rir com coisas banais, brincar com as mais diversas situações, que nos fazia sonhar sonhos lindos acordados, brincadeiras intermináveis...podíamos ser guerreiros com espadas que lutavam contra dragões, ou contra animais que até hoje eu tento lembrar os nomes e não consigo. Nossa vida era mais cheia de cores, mais cheia de vida.
Aí nós crescemos, ficamos maduros...ou não, lutamos pra conseguir um bom emprego, uma faculdade, e temos uma batalha a ser travada por dia, isso nos torna mais frios. Adolescentes ou não, todos passamos por essa fase, costumo dizer que existem três tipos de adolescencia que são vividas das maneiras mas diversas, e tem gente que passa pelos três tipos...são eles: a adolescência antes de tempo, a na hora e a depois do tempo...pior é não é a adolescencia, e sim a forma como alguns teima em vivê-la, na maioria das vezes é uma fase de afirmação e que a pessoa quer ir de encontro ao que foi ensinado pelos pais e tal...essas fases podem estar presentes nas mais diversas idades, mas aí é que entra o coração...
Estamos acostumados a ver tanta coisa ruim que nos habtuamos a não ter mais sentimentos sensíveis em relação a tudo isso...quando perdemos o coração de criança a vida perde o sentido, quando perdemos tal dom perdemos tudo...deixamos de nos espantar com a crueldade do mundo, deixamos de amar e ficamos totalmente aversos a tal sentimento...ficamos mais frios.
Creio na minha santa ignorância que ficar é bom sim, conhecemos melhor as pessoas que talvez um dia podem compartilhar de um futuro, muito incerto por sinal, mas como tal na sua incerteza é que nos fazemos vivos...mas daí existe uma barreira que separa o bel prazer de ficar com alguem e a vulgaridade...estamos ai mais frios pra amar, ser solteiro é uma coisa viciante, mas que nos faz ver as coisas de uma posição totalmente diferente, "oq fazer com essa tal liberdade se estais na solidão pensando em quem amas?", já dizia o poeta .
O meu coração de criança continua vivo e regurgitante, e o seu? A verdadeira conquista é ser oq se é... e não ser oq os outros queriam que você fosse...pensando nisso que falo por mim, eu sou oq sou pq vivo do meu jeito moleque...mas com muita responsabilidade, eu sou assim numa mesa de reunião, num bar com amigos, numa mesa de almoço com a familia...só mudam as caretas e as gírias
Não perca teu coração de criança, não deixem jamais que o teu futuro deixe ser influenciado por vaidade, por cegueira, por orgulho...talvez quando olhares pra trás seja tarde d+, pq as pessoas aparecem por acaso em nossas vidas, mas não é por acaso que elas permanecem...
Robson Veloso
Enviado por Robson Veloso em 16/05/2005
Código do texto: T17326
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Robson Veloso
Recife - Pernambuco - Brasil, 30 anos
13 textos (2448 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:36)
Robson Veloso