Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Delet e End

Como se deleta uma pessoa da vida? Basta selecionar com o mouse e apertar delete? Ou colocar o cursor no final e apertar backspace? Arrastar pra lixeira?

Pessoas não são letras em documentos, textos e poesias. Aquelas colocadas no lugar errado por pequenos deslizes dos dedos, e que assim que notadas, basta apertar delete que somem como se nunca tivessem existido. Algumas pessoas também são colocadas em lugares errados em nossas vidas, e não existe um delete para tirá-las dali. E elas permanecem onde estão, você tentando achar um bom lugar para elas no texto da vida, mas elas simplesmente não se encaixam, distorcem o sentido da frase mais importante, estragam o parágrafo que você levou meses para construir, aparecem como vírgula onde deveriam ser ponto final, e mudam todo o sentido do que foi escrito. Entram como palavra de ambigüidade onde tudo o que você queria era ser claro. E você não tem como tirá-la, ou não quer tirá-la. Às vezes, por mais errada que ela seja, por mais que esteja estragando seu texto como um "X" deslocado, você tem seus motivos para largá-la ali, e assim ela vai sendo levada por todo o texto, te enlouquecendo, como o acento no "e" quando você queria um "E" sem acento. E você lê o texto, quase perfeito, e de repente aquela pessoa aparece, e você vê que ela está no lugar errado, que ela é errada, que ela está atrapalhando, e que você devia tirá-la dali. Mas não existe delete da vida. Não existe backspace da mente, nem lixeira da memória, esses recursos ficaram no computador, e você não pode trazê-los para a vida.

Do lado do delete fica o end. End para um fim. End para ir para o fim. Quando não conseguimos usar o delete, melhor por um fim, ler de novo, achar os erros, deletar as vírgulas mal colocadas, as exclamações e interrogações que faltaram no caminho, refazer as perguntas mal formuladas, deletar os erros, dizer adeus, salvar, mandar pra lixeira, e por o ponto final.

[deleted]
[end]
Marcus Vinícius
Enviado por Marcus Vinícius em 22/05/2005
Código do texto: T18985
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcus Vinícius
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
12 textos (3298 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:34)