Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

metafísica do silêncio

entre poema
e leitor     interpõe-se
o absurdo do espaço,

quando a metafísica do silêncio
estende
a névoa incorpórea
da latitute do ser

diante do corpo sensível
e da logacidade metafórica do incompreensível,

e, na corporeidade do poema,
a forma corpórea do ouvinte
transcende
a linha espacial
do papel para o olho,

e adjunge alma e carne
na poeira antifísica
da música, da lira e da oração.

portanto tu
comigo
és um, e eu contigo sou

o mesmo ser presente e ausente que
por ali
passara mudo.
andré boniatti
Enviado por andré boniatti em 08/07/2006
Código do texto: T189970
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
andré boniatti
Corbélia - Paraná - Brasil
288 textos (45249 leituras)
17 áudios (887 audições)
14 e-livros (768 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:33)
andré boniatti