Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ser que somos

A vaidade em cuidar da roupagem
Ilusão que insiti em não ver
Vive como um personagem
Prefere a maquiagem

Do corpo diz saber
Que um dia irá perecer
Mas o apêgo cega e néga
A realidade da visão do ser

Sentindo a ganância
Se arvóra em arrogância
Destrói o que constrói
Por pura ignorância

Perdão é algo que sabe pedir
Mas não sabe dar
Sentimento que enegrece e entristece
O levando a ilusão de poder julgar

Temos orgulho em achar que somos
Aquilo que nunca fomos
Que ser que somos!
Janete Honorio
Enviado por Janete Honorio em 14/07/2006
Reeditado em 12/02/2007
Código do texto: T193874
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Janete Honorio
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
33 textos (1907 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:28)
Janete Honorio