Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MEU AMIGO

Falei para um amigo meu sobre a amizade:

Amizade, todo mundo sabe o que é, mas será que todo mundo tem um amigo? Amigo, todo mundo sabe o que é, mas será que o significado de amigo para mim é o mesmo significado para você? Várias vezes me perguntam se tenho amigos, bem vejamos: Tenho amigos em que não posso confiar, tenho amigos que posso confiar em certos assuntos, tenho amigos de futebol, tenho amigos de bebida, tenho amigos que nunca vi, tenho amigos que nem existem no mundo real, tenho amigos que há muito tempo não falo com eles, tenho amigos que posso confiar a qualquer momento, tenho amigos conselheiros, tenho amigos dos meus amigos. Ele não entendeu e me perguntou:

- se você não pode confiar ele é seu amigo?

Bem, eu digo que sim, por exemplo, cada pessoa tem uma formação diferente sobre valores da vida, eu não posso trata-lá como se ela fosse igual a você. Tem pessoas que acham que é besteira certos segredos, como exemplo: um segredo sobre gostar de alguém. Por mais que eu tenha os meus motivos para não contar, a pessoa que confiei e contei pode achar que os meus motivos não são válidos e contar o segredo.

- Tudo bem, mas você confiou nele e ele não correspondeu.

É verdade, porém, e se ele contou para me ajudar? Se ele acha que sou tímido demais e quis ver se facilitava as coisas contando?  Bem, pode ser que diga para tirar onda da minha cara, isso é seu inimigo? Uma pessoa que te considera tanto que ousou contar por saber que isso não acabaria a amizade (lembre que o valor que ele tem de segredo de amor é diferente do seu).

Digo então que ele é um amigo, eu gosto de sua companhia e posso contar com ele para vários outros valores da vida, mas não sobre amor, os valores deles são diferentes do meu, ele não me entenderia.

- Ok, para mim, isso não é um amigo já que não posso confiar em tudo.

Tudo bem, certamente o seu valor sobre amizade é diferente do meu, e nem por isso não nos deixamos de nos entender. Talvez isso resuma a amizade. Independente dos valores tentar entender. Mas qual o valor de tentar entender?  Pode ser que você veja as coisas como elas são e não como elas estão, ou simplesmente, não ache os argumentos válidos por diferenças de valores. Isso só comprova que sobre pessoas tudo é relativo. Afinal você independente de como seja, como pense, como aja, está comigo e me quer o bem.

- Essa passou, senão a discursão não acaba. Agora amigos de Futebol, de Bebida  e Amigos de seus Amigos ?

Sim, porque não? Podem ser pessoas que não tenham muito tempo, que só posam estar comigo naquela segunda feira das 22:30 as 24:00 durante o jogo. Durante o jogo nos confiamos um no outro, trocamos passes, rimos da cara do outro quando perde a bola, comemoramos o gol junto, reclamos um do outro por errar um passe de bola, no intervalo conversarmos besteiras. Querendo ou não, nos divertimos juntos e precisamos um do outro  para podermos jogarmos futebol. Eu conto com ele, sozinho eu não jogo. O mesmo vale para bebida com exemplos e valores diferentes. Já os amigos de meus amigos, são amigos que conhecemos por tabela, que nos damos muito bem e que muitas vezes não temos a intimidade para ta chamando para sair, esperamos que o nosso amigo nos chame para sair e leve o seu outro amigo também. Esses eu acho que são na verdade uma grande maioria. Eu não sei o porque, mas geralmente é assim que acontece.

- Você é muito complicado, o que falar de amigos que nunca viu e que há muito tempo você não fala. Um verdadeiro amigo não perderia o contato.

Simples, um comentarista desse texto pode ser um amigo, uma pessoa que nunca me viu, mas que simplesmente parou o que estava fazendo e arrumou um tempo para ler o texto e foi além, Trocou idéias comigo. Outro exemplo? Pessoas em sala de papo. Nunca vimos, mas confiamos nela, conversamos várias vezes com ela. Quanto a amigos que perdi o contato, sei que independente do motivo, (mudança de: país, estado, colégio, rua) ou simplesmente por perder o contato, tenho certeza que quando nos encontrarmos faríamos uma festa, e mesmo que não veja, sinto a falta dele, e com ele aprendi várias coisas. Seria injustiça falar que pessoas que na sua infância, estava muito tempo com você, que cresceu com você e teve que partir não seja considerado um amigo. Outra coisa, nunca vi Renato Russo, porem suas frases e músicas me trouxeram ótimos momentos nessa vida e me ajudaram a pensar nela. Ele não é meu amigo?

- È até ai tudo bem posso não concordar, mas tem explicação, agora como explicar amizade de coisas que nem existem.

Eu diria que essa amizade é tão importante quanto às outras, não é mais nem menos importante que as outras, tanto ela como as outras precisam existir para se completarem.
Esse amigo eu acho que todo mundo tem, porém não o percebem. Posso garantir que ele é fiel a você, independente do que você é, do que você faz, do que você tem e que você o odeie, ele sempre está com você, para o bem ou para o mal. O lado é você que escolhe. É quem com certeza vai estar sempre com você e em qualquer lugar.

- Eu não entendi quem é ele Deus?

Deus é nosso amigo, você acreditando ou não ele acredita em você, mas não é dele que estou falando.

- Agora deu, que danado é isso então.

Fica difícil explicar, ele pode ser tangível ou não.

- Como assim ?

Bem, muitas vezes nas horas mais pesadas da minha vida peguei meu violão e fiz uma canção que me desabafei. O violão foi meu amigo, não só me escutou como me ajudou a desabafar. Para outras pessoas, pode ser o urso do lado da cama que te coloca para dormir todo dia, o espelho que fazes perguntas muitas vezes sem falar uma palavra. O diário que escuta todo dia a sua história e guarda fielmente os seus segredos. O João bobo, que está ali para você da um murro nele e se sentir melhor. Todos esses são tangíveis. Já os intangíveis, são os sentimentos, imaginação, Deus, fé... Algum momento você já parou para conversar com eles? Eles são fies a você, muitas vezes podem fazem com que você não saiba mais nada sobre você, que se atrapalhe que te engane, só vai depender da maneira de como você conversa, interpreta e escuta? Eles são fieis para qualquer lado, por isso saiba fazer as perguntas certas para validar suas idéias. Escute se achar válido, discorde se não achar. Reclame se não quiser responder, agradeça se te ajudar. Lembre-se agente tem resposta para as perguntas que fazemos, algumas não tem resposta, outra acreditamos ou não, outras são tão certas como essa frase: “Eu acho que talvez”.

- Entendi, mas você acha que realmente eles existem?

Eu não posso te provar nada, mas acredito neles. Afinal, com que você acha que conversei durante esse tempo todo?
talhau
Enviado por talhau em 27/05/2005
Código do texto: T20194
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
talhau
Recife - Pernambuco - Brasil, 32 anos
5 textos (1629 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:37)