Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como posso eu viver cantando?

Minha vida prossegue numa canção sem fim
Acima das lamentações terrenas,
Eu ouço o verdadeiro hino embora distante
Que saúda uma nova criação.

Em meio a todo o tumulto e discussão
Eu ouço sua música tocando,
Ela ressoa um eco em minha alma.
Como posso evitar de cantar?

Entrementes, ainda que a tempestade ribombeie alto
Eu ouço a verdade, ela vive.
E embora a escuridão me envolva bem perto,
Canções na noite, ela entrega.

Nenhuma tempestade pode abalar minha calma interior,
Enquanto àquela rocha eu estiver agarrado.
Já que o amor é o senhor do céu e da terra
Como posso evitar de cantar?

Quando os tiranos estremecem em seu medo
E ouvem os sinos de sua morte repicando,
Quando amigos festejam-se tanto distantes quanto próximos
Como posso evitar de cantar?

Na cela da prisão e na vil masmorra,
Nossos pensamentos para eles estão voando,
Enquanto os amigos pela vergonha estiverem imaculados,
Como posso evitar de cantar?
Sandro London
Enviado por Sandro London em 02/08/2006
Código do texto: T207824
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sandro London
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil
24 textos (476 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:29)
Sandro London