Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minhas Mãos

Levanta-se
O Sol, já é de manhã...
E ainda embreagado, deitado
Denovo...Doce sonho
Encontro-me adormecido
Os raios do sol anunciam a sua ida
Os passáros cantam

Penso
Queria poder te ver, te tocar,
Mas não posso, Minhas Mãos estão longe...
Queria poder olhar-te.

Mas não posso
É notório o brilho que reflete
de ti...
E ao mesmo tempo ofusca meus olhos.

Queria poder te tocar.
Abraçar,

Mas não alcanço.
Meus braços estão longe, de fato
também Minhas Mãos.
Viro-me.

E onde estas? pergunta o meu coração...
E o mesmo cobra de mim
sua doce existencia...



Poeta Doce
Enviado por Poeta Doce em 13/08/2006
Reeditado em 15/08/2006
Código do texto: T215698
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Doce
Taubaté - São Paulo - Brasil, 40 anos
9 textos (415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:12)