Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Agonia de um ser

Agonia em tentar andar
E só escutar
Ossos e metais a ranger em meu ser
Escravo de um tempo q não passa
Preso num tumulo que cavei
A dor de perder um ser que igual a mim teve um pedaço arrancado
Arrancado de seu peito o seu amor
Um pedaço pertencente a mim
Ela sagra e eu sinto sua dor
E a agonia de tentar ajudá-la e não conseguir
Mais ferido sinto que a perco pela distancia
Mais não vou desistir, pois estou vivo.
Que dilacerem meu corpo
Que levem minha alma
Pois as dores passam
E a dor de perder um grande amor passa?
As cicatrizes da ama demoram a sumir
O espírito demora a se acalmar
 E em seu rastro só dor
Que nossa dor reviva nosso amor
Que tudo que passamos juntos não seja mais um capitulo em seu livro
 Digo que te amo
Digo que não desistirei de você
Que me chamem de guerreiro ou de agitador
Mais amarei você enquanto meu peito pulsar um coração
Amo-te!


amador
Enviado por amador em 22/08/2006
Código do texto: T222693
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
amador
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 28 anos
26 textos (1831 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:56)
amador