Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Como o Deus biblico surgiu do NADA se “tudo” que vem do nada seria outro nada?

Como é absurdo o "Efeito" agir antes da "causa", ou agir antes mesmo dele mesmo já ter surgido...

O mitológico Criador do NOSSO Big Crunch também precisaria de algum outro “Criador”...

O argumento ontológico de que “TUDO TEM QUE TER UM CRIADOR” exigiria que esse criador também tivesse um criador, e que o criador do criador tivesse quem o criou, e assim sucessivamente.
 
Se tudo não veio do nada, então o mitológico criador bíblico também não poderia ter tirado tudo do nada.

A ter que crer que num ser autofágico, imperceptível e incompreensível que seja eterno, é mais razoável crer que o nosso próprio universo, que percebemos e compreendemos cada dia mais, seja o nosso criador.
 
Até porque a ciência vai mostrar como o Universo nos criou, sem precisar do suposto Deus bíblico; que para criar os Multiversos existentes precisaria ter precedido a existência de tudo, inclusive a sua própria existência.
 
Qual seria o papel do “Criador” bíblico, se o nosso Universo não tiver finalidade, não tiver um começo ou fim, e for um Universo cíclico, onde a Matéria/Energia nasce do “NADA” e depois retorna ao nada, de forma cíclica?
 
Mesmo o religioso não conseguindo explicar qual seria o propósito do seu Deus, e afirmando que:
 “Tudo morrer”... Tudo passa... Que TODAS AS COISAS TIVERAM UMA CAUSA...
Logo em seguida, numa “Regressão mágica ao infinito”, o religioso alegar que Deus não precisou de um criador...
Que Deus é uma exceção, e que Deus não morre, pois ele seria infinito...
 
Se para toda criação tem que haver um criador, aexceção” de que para Deus NÂO teria havido uma causa é uma Mega contradição, pois não tem sentido defender que TUDO teve uma primeira causa, que tudo precisou de um criador; e logo em seguida numa “Regressão mágica ao infinito” o religioso alegar que o seu Deus não precisou de um criador.
 
Sendo que esse tipo de explicação também serve para a existência do nosso Universo.
 

Pois a versão de que “Tudo que é criado requer um Criado ainda mais complexo”, não se aplicar aos Bigs Crunchs que exteriorizam as suas energias e regem a si mesmo.

E mesmo tendo havido um “Não-tempo” em que NADA existia, o nosso Big Crunch surgiu deste “Nada”!

Um ser tão “evoluído” quanto o Deus bíblico só poderia surgir DEPOIS que o Universo começou existir, e produziu alguma criatura capaz de sonhar; e não ANTES, porque é assim que o COSMO, a EVOLUÇÃO, a METAGÊNESES, a NATUREZA, e as coisas evoluem, ou seja, do mais simples para o mais sofisticado...
 
O “Argumento da causa Primeira” adotou o Deus bíblico como Causa porque a inteligência filosófica sendo um atributo recente só agora se entendeu que a complexidade primitiva AUMENTA com a sofisticação, e que o macrocosmo é MAIS complexo do que o microcosmo.

Se para o cristianismo só o planeta Terra importa, para que o Deus bíblico teria feito os outros Multiversos, e de onde o primeiro Universo surgiu?
 
Tanto a “Teoria M”, como a “Super simetria” (sparticie), o Positivismo e o fato de que a Singularidade produz Matéria convencional positiva (1+), e pósitron (1-) que é o equivalente da antimatéria do elétron...
Descartam a necessidade de um “Criador” para o nosso Multiverso, e mostram que o Cosmo é as conseqüências das ações que durante N bilhões de anos foram provocados pelos Big Crunchs, a Evolução, as Mudanças, e as Adaptações que o Vácuo Cósmico, a Flutuação quântica e o “Estado de Singularidade”, criaram e colocaram para interagir, como sendo o Nosso Universo.
 
Pois os “BERÇÁRIOS CÓSMICOS” trabalham em bloco, (e por toda eternidade), para produzir Antimáteria, Matéria Escura, Energia Escura, Matéria Bariônica, Tempo, Gravidade, Distancia, etc.
 
E depois num eterno movimento cíclico, tudo retornar a Singularidade, para depois recomeçar...
 
Ao nível astrobiológico tanto a LEI DA CONSERVAÇÃO DE ENERGIA como a versão de que “NADA SE CRIA” são teorias ultrapassadas...
 
E a explicação para o nosso Universo existir seria o NOSSO próprio Big Crunch, e não algum Deus mitológico, que só existe nas crendices onde se despreza que toda Matéria Bariônica do NOSSO Universo é só 4%, pois os outros 96% são Energia/Matéria Escura.
 
 
 
Lisandro Hubris
Enviado por Lisandro Hubris em 01/06/2010
Reeditado em 23/03/2014
Código do texto: T2293079
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lisandro Hubris
Não Interessa - Açores - Portugal, 89 anos
376 textos (96356 leituras)
33 e-livros (15902 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/10/14 22:17)
Lisandro Hubris



Rádio Poética