Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fabia

Quando o amor acontece...
E nos deixa assim, bobos, e perplexos, atônitos...
O coração aquece, a pele respira, o corpo estremesse
A alma vibra, se apaixona e diz que esta amando.

E quando meus labios tocam o seus.
O mesmo de textera macia , quente , torneados
Me perco em seus doces beijos...

Seus olhos procuram um movimento qualquer
Na mesma praça em que tudo acontece.

Sim de fato esta frio,  mas  sua presença
aquece, muda o ar , a atmosféra.

Fa simplismente linda
Roubou meus sentidos dizendo palavras curtas
e talvez para muitos sem nexo.

Mas meu coração entendeu a sua linguagem
uma linguagem que não se escerve .

Mas se sente...
Se deseja...
Se emociona...
Quer mais.
Mais de seus beijos, ou quase beijos
Me torno menino diante de você...
E diante de  toda circunstâncias que nos apresenta a
mesma noite...

São apenas cento e cinquenta minutos
Mas que se registra pela eternidade...

Pàsso a não entender muita coisa
E ao mesmo tempo quero ser lunático..

Me perder em seus abraços...
Me esquecer no brilho de seus olhos...
Me abandonar en ti, por ti...

Ter e não ter , te ver e não te enxergar.
Queria eu ser o que poderia ser.

E surjir do nada  , do pó das sinzas em que estou.
E por você, de novo viver...

Respirar o mesmo ar...VOCÊ en si
Em mim, em nós.

E ainda que o tempo mude faça frio la fora...
Não haja mais verão ...
E mesmo que a primavera não nos de as suas  flores
MAs que aja inverno , e dentro desta casa que se chama
coração... podemos de tal modo nos esconder do frio e talves de possiveis minutos que passamos  juntos...

Sie que foi pouco , e que se não entendeu muita COISA...
Existimos de fato...  mas vivemos... Se não
Queria eu viver os seus sonhos e seus desejos realizar...

Poderia ser um gênio de uma lâmpada qualquer
Só pra efeito diótica...

E faz de conta  que tenho poderes especias ...
no estalar de meus dedos poderia ter as faculdades nativas  e todos os recursos possiveis e imaginários..

Para poder te servi...

Fa de FADA , minha rainha...
Falar do que houve e de que não se houve,
è imensamente gratificante.

Me presenteou com seu sorriso
Com seus olhos
Com sua presença
Com seu geito meigo
Com você...

Mais cento e cinquenta minutos de um dia qualquer????
Assim espera meu coração
E inquieto estas...

Anela por seus beijos
Seus carinhos
E até mesmo por você..





Poeta Doce
Enviado por Poeta Doce em 31/08/2006
Código do texto: T229439
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Doce
Taubaté - São Paulo - Brasil, 40 anos
9 textos (415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:17)