Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TANTO LONGE QUANTO PERTO SOMOS…

Já passam das 23h. Assim estou. De short, sem camisa, sentado neste sofá… Está frio, pouca luz, todavia a vontade de escrever me aquece, me ilumina.
Ontem à noite (05/07/06) algo me deixou pensativo: voltava de um certo lugar que dizem ser o “lazer da cidade” quando encontrei um cãozinho de pêlo negro, aliás, muito pêlo, havia uma coleira, mas sem identificação. Estava bem zelado o que se pressupõe que não era um animal de rua. Resolvi brincar com ele e logo constatei que a medida que eu prosseguia e ele também me acompanhava.
Já estávamos na metade do percurso quando resolvi acelerar minhas passadas deixando-o sozinho. Por que evidenciei essa história do cão? Porque muitas vezes somos que nem eu. Damos ao outro uma certa confiança para caminhar conosco, acompanhamo-nos e de pouco a pouco os deixamos. Os que estão perto estão longe e os que estão longe são meus amantes (AMO-TE AMIGA AMADA), mas, por favor, quero vocês, quero-vos amigos, se preciso for pode passar em meu oficio, pedir de mim um auxílio, sei lá, só quero um abraço, um sorriso e só isso e isso só, melhor assim do que um perto não amigo.
Deitar-me-ei agora, pois tenho sono e preciso silenciar meu coração. Quiçá seja isso, silenciar.



Quiçá: Talvez
kinho scj
Enviado por kinho scj em 31/08/2006
Código do texto: T229875
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
kinho scj
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 32 anos
9 textos (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:30)
kinho scj