Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dois pesos e duas medidas

Salesópolis foi marcada para morrer pela lei de proteção aos mananciais. Não se pode construir, não se instala luz elétrica, não se pode mais morar. Tudo porque, a princípio, vivemos às margens do rio Paraitinga.

Interessante, porém, que a Lei 898 de 18 de dezembro de 1975 que trata do assunto, relacionando os rios, não cita este e mesmo quanto ao Tietê (citado) refere-se apenas à margem esquerda. Da margem direita ao rio Paraitinga, portanto, estaria liberado. Por quê? É a pergunta que não quer calar...

Nossos legisladores esqueceram-se ou fizeram de propósito? Considerando que a barragem do rio Tietê já estava construída e havia projetos para construção de outra(s) no rio Paraitinga, não é difícil deduzir porque um deles entrou na lista e o outro não...

É óbvio que havia interesse, por parte do Governo, em deixá-lo fora na Lei de proteção aos Mananciais para poder realizar seus projetos. Percebemos, entretanto, que a mesma lei que viabiliza a construção de uma barragem, inviabiliza o direito constitucional à moradia...

Será que nossa Câmara Municipal já avaliou isso? Nossos governantes querem transformar Salesópolis num sertão para garantir água aos moradores de outros municípios. E nós, vamos morar aonde? Os governantes têm, pelo jeito, muitos defensores; e o salesopolense, não tem? Para que elege, então, seus representantes?!

Se Salesópolis pode implantar legalmente mais de uma centena de indústrias, mesmo com a Lei de Proteção aos Mananciais – por que nossos governantes (prefeito e vereadores) não viabilizam isso para gerar empregos? Vemos apenas o contrário! Não é sem motivo, infelizmente, que a classe política está – generalizadamente – desacreditada...
Lourenço Oliveira
Enviado por Lourenço Oliveira em 06/09/2006
Reeditado em 04/01/2012
Código do texto: T234259
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lourenço Oliveira
Salesópolis - São Paulo - Brasil
1277 textos (109629 leituras)
23 e-livros (1394 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:50)
Lourenço Oliveira