Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À força

A força que tenho me destrói
Obriga-me, empurra- me e não deixa que eu planeje
A força que tenho é mais forte que eu
A força que tenho às vezes me abandona,
E largado ao relento, o frio me consome
O inverno interminável
Mesmo nos dias de sol ainda neva
Minha alma sente o frio do medo do eterno inverno do espírito
Quando um amor morre, morre também o amor dentro de quem o perdeu.
E mesmo nos dias de sol, ainda neva.
Lilian de Oliveira
Enviado por Lilian de Oliveira em 21/09/2006
Código do texto: T245670
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lilian de Oliveira
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 36 anos
13 textos (355 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:49)