Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nosso Longo aprendizado.


                 Gostaria de ter nascido uma pessoa resolvida, como ser humano.
Se assim fosse não teria que passar por dissabores na vida. Não teria que sofrer com o aprendizado do dia a dia. Se pudesse escolher como vir ao mundo, com certeza escolheria nascer com uma mente de uma pessoa de oitenta anos, mas com o corpo de criança.

                 Infelizmente não somos assim. E, no decorrer de nossas vidas, nos deparamos com momentos e situações pelas quais não gostaríamos jamais de passar.

Se eu pudesse, jamais deixaria passar algumas amizades que um dia julguei não serem interessantes para minha vida, mas que com o passar do tempo, percebi que eram realmente meus amigos, mas as faltas de conhecimento da vida e amadurecimento não permitiram avaliar.

Quando adolescentes, temos pressa em viver a vida loucamente, sem prestar a atenção nas pequenas coisas que nos rodeiam. Depois de adultos, achamos que nosso tempo passou rápido, que não fizemos tudo que devíamos e que somos fracassados.

Quem de nós não passou por isso um dia? Eu passei e descobri tardiamente, que nossa vida tem um tempo certo, para que os acontecimentos se concretizem.

Descobri, que não adianta ficar lamentando o que se passou. Muitas vezes lamentamos a perda de um grande amor, de um amigo, de um ente querido que se foi.

Se pudessem ter estes conhecimentos ao nascer, não perderíamos um grande amor e não deixaríamos de dizer: Eu Te Amo... Não deixaríamos de perceber aqueles momentos deliciosos, quando aquela pessoa amada; (mas que não sabíamos amar tanto), nos dedicar parte de seu tempo para simplesmente nos preparar um pudim de leite e que era uma demonstração de amor, passar despercebido. Não ver ali, o amor...

Sempre ouvi uma frase interessante: Só damos valor às coisas quando as perdemos. Hoje, depois de certo tempo, posso dizer com certeza, que não devemos deixar passar nada nesta vida. Tudo é um aprendizado precioso.

Somos assim, nunca aprendemos e nem aprenderemos como viver de maneira a não sofrer. Somos eternos aprendizes. Pena, que aprendemos com os sofrimentos do dia a dia, com as perdas e as vitórias.

Mas o gostoso de tudo isso, é saber que ainda posso mudar o final da história e consertar muitos erros. Não quero pensar no futuro, pois a vida se vive agora, neste momento em que escrevo estas linhas.
Pensando bem, vou consertar o momento, meu futuro é o agora.

Geraldo Magela Rosa.
27 de junho de 2006.
geraldo rosa
Enviado por geraldo rosa em 03/10/2006
Reeditado em 09/07/2007
Código do texto: T254943
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
geraldo rosa
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 55 anos
60 textos (4847 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:27)
geraldo rosa