Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Invisível

Vejo o espelho,
Que não me vê,
Passo por pessoas que quase esbarram em mim,
Mas não me veem.

Volto a olhar o espelho.
Eu estou ali, por que não me veem?
Há pessoas em meu redor,
Continuo só!

Penso em andar,
Para onde eu iria?
Não há lugar para ir,
Pois, não tenho destino aonde chegar.

Paro para chorar.
Não há lágrimas todas secaram.
Talvez pela aridez do que vejo,
Mas ninguém me vê.

Quem sabe se for ao meu passado?
Já vasculhei e lá nenhum destino encontrei e,
Continuo assim... Só, sem destino, sem passado e invisível!
Sonho de Amor
Enviado por Sonho de Amor em 19/10/2006
Reeditado em 27/05/2016
Código do texto: T267891
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sonho de Amor
Maceió - Alagoas - Brasil, 57 anos
23 textos (1377 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:27)
Sonho de Amor