Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESESPERANÇA

A noite parece invadir a minha alma
Tal qual a força de uma tempestade
Fazendo-me chegar à conclusão
De que a vida não tem utilidade.

Tenho medo de está no caminho errado
E assim a andar sem rumo pelo mundo
Como se minha existência nessa vida
Fosse um acaso e sem o menor sentido.

Então eu penso na morte como saída
Para findar todos os meus tormentos
Pois eu não consigo ver outra medida
Capaz de me dar alguma esperança.

O que o mundo realmente tem a ganhar
Com seres assim: parasitas ambulantes
Que vivem da caridade dos outros?
Talvez a morte me seja o melhor presente!
Edmar Guedes Corrêa
Enviado por Edmar Guedes Corrêa em 21/10/2006
Código do texto: T269885
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edmar Guedes Corrêa
Guarujá - São Paulo - Brasil, 49 anos
420 textos (94102 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 19:53)
Edmar Guedes Corrêa