Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem Poderia

Sopra o vento...Impetuoso...
Levando o barco a deriva.
Movido pela furia, Comparada
A um sentimento de desejo.
Me torno vitima de um naufrágio.
E de um amor,
Mal compriendido.
Frio...
Lagrimas...
Decpção...
Escombros Flutuando
Acabou o sonho...
O que me resta???
Pequenos pedaços de tábua???
Agarrado a um  deles
Fechado, os olhos Ainda a vejo...
Na polpa do barco , você esta.
Nua, acediada pelos meus beijos.
Mas são apenas lembranças.
Enquanto espero a quem poderia,
Por  um momento
Se quer
Me tirar do coma,
Após você ter me dito não.
Poeta Doce
Enviado por Poeta Doce em 23/10/2006
Código do texto: T271434
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Doce
Taubaté - São Paulo - Brasil, 40 anos
9 textos (415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:02)