Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades....

A saudade incógnita palpita minha alma.
Caiu chuvas em tempos passados que fui eu.
O céu baixo mostrava planícies e neve.
Narrei-me às trevas e não me encontrei sentido.
Hoje o deserto onde Deus esteve não faz sentido para mim,
já que a vida, para mim, está em seus instantes finais,
estou sonhando, sonhando eternamente.
já que nessa vida é a unica coisa que me resta.
Lobo solitário
Enviado por Lobo solitário em 25/10/2006
Reeditado em 10/09/2011
Código do texto: T273440

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lobo solitário
Jaú - São Paulo - Brasil, 29 anos
37 textos (2938 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:03)
Lobo solitário