Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pensamentos - 2

Qualquer um pode ser pedra, poucos a vidraça.

O sábio argumenta, o tolo agride.

Criticar sem apontar soluções, é como jogar um copo d’água no oceano. Não faz diferença.

Preconceito é a visão de quem não tem visão.

Quem vive, tem tempo para contar a vida.
quem não vive, tem a vida para contar o tempo.

As rugas são o autógrafo do tempo na biografia de um existir.

O corpo se submete a idade do tempo,
o espírito só à vontade de viver.

O sonho não tem idade, não é velho nem é novo; é simplesmente sonho.

O medo é como uma droga: vicia, manieta e destrói.

A arte é a releitura criativa de uma realidade insossa.

Antonio Pereira (Apon)
http://www.aponarte.com.br
Antonio Pereira APON
Enviado por Antonio Pereira APON em 01/11/2006
Reeditado em 14/07/2010
Código do texto: T279383

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://www.aponarte.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Pereira APON
Salvador - Bahia - Brasil, 52 anos
158 textos (33995 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:17)
Antonio Pereira APON