Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vinho

Recebo o amargo vinho da liberdade
Embriagado
Sigo, tolo, inaudito, silenciado
A tranqüilidade, minha irmã inimiga
Nela, vejo deuses e monstros
Cego
Bêbado
Me sinto livre
Prisioneiro de minha liberdade
Forçado a exercê-la
Iludido por ela
Embriagado por seu amargo vinho
Inevitável
Lilian de Oliveira
Enviado por Lilian de Oliveira em 05/11/2006
Código do texto: T282883
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lilian de Oliveira
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 36 anos
13 textos (355 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:14)