Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu sei... o amor.

Eu sei o que é chorar. Eu sei o que é se apaixonar. Eu sei o que é amar.
Sei tanto que precisei fugir. Fujo.
Ele também não merecia – depois de um tempo – as minhas lagrimas, mas as têm quase todos os dias.
Quando me recordo do fugitivo que fui e sou, choro.
Só sabe do que falo quem passou ou passa por isso. Só sabe o que é um amor de verdade, quando se sentiu. Quando se quis enamorar. Quando se viu ou se vê uma rosa, e se chora. Quando não se pediu um arrepio ao ver aquela determinada pessoa.
Nada se compara a sua chegada no metrô, abraçando-me, beijando-me, chorando. Nada se compara as vezes que passei do seu lado, dizendo amá-lo e querer-te pra sempre.
Muitos vão achar tolice, exagero, que estou carente ou na solidão. Porém eu digo...
ISSO É AMOR, NADA ALÉM DE AMOR.
Luís Freire
Enviado por Luís Freire em 01/04/2011
Código do texto: T2884101

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luís Freire
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 27 anos
29 textos (432 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/06/17 09:47)
Luís Freire