Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Também sou criticado... /// I also be criticized...

Eis aqui os nomes e profissões dos participantes deste debate.
 
TUZÉ DE ABREU (Músico/Flautista - Orquestra Sinfônica da UFBA - Artísta)
CÍNTIA OLIVEIRA (Jornalista/ Assessora do Governador Paulo Souto)
JEUDY ARAGÃO (Adm. Teatro Vila Velha/ Professor de Filosofia da UFBA)
MILENE FILGUEIRAS (Estudante de Publicidade/ Funcionária - Sala do Cidadão / SAC - Barra)
NÚBIA RODRIGUES (Antopóloga / Professoa da UFBA)

===================================================================

                    Também sou criticado...

COMEÇA ASSIM, ESTE DUELO!
 
* Sinto muito expor estas palavras destas pessoas, mas estou sendo julgado, portanto, gostaria que o público desse a minha sentença.
 
ELE... Tuzé de Abreu
 
Após ler seus escritos, achei por bem enviar-lhe estes versos de Ildásio Tavares
 
 
 
                                     Abri as portas do mundo
                                     E esbravejei:"Estou aqui!"
                                     O mundo me olhou sorrindo
                                     Me perguntou : "E daí ?"
                                     Vai se virando, meu filho,
                                     Que voltas já dou sem fim
                                     Girando em torno do sol
                                     Girando em torno de mim
 
 
EU... Carlos de Albuquerque
 
Tuzé,

Eu sofro de raciocínio lento, às vezes demora pra cair
a ficha, portanto, se vc pudesse traduzir pra mim
estes versos numa... (TEXTO INCOMPLETO)

ATENÇÃO! A PARTIR DE (04/SETEMBRO/2012) MEUS TEXTOS E TUDO QUE ESCREVO DEIXA DE SER PÚBLICO E TERÁ ACESSO RESTRITO E PAGO. AINDA NÃO DEFINI COMO SERÁ VENDIDO. MAS NADA QUE EU PRODUZIR A PARTIR DE AGORA SERÁ PÚBLICO. NÃO É MAIS POSSÍVEL, EU VIVER NAS RUAS, SEM RECONHECIMENTO, PRODUZINDO VISÃO DE UMA MENTE ABERTA PRA ESSA POPULAÇÃO TÃO SOFRIDA. GOSTARIA DE CONTINUAR, MAS NÃO DÁ MAIS. AGRADEÇO A COMPREENSÃO. ABRAÇOS! "Acabou a festa! E como o que é dado de graça ninguém valoriza, então agora, vou tornar restrito tudo que eu escrevo. Quer me ler? Pague! Quem leu leu"...
Carlos de Albuquerque
Enviado por Carlos de Albuquerque em 14/11/2006
Reeditado em 04/09/2012
Código do texto: T290828
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos de Albuquerque
Salvador - Bahia - Brasil, 45 anos
118 textos (9867 leituras)
2 áudios (485 audições)
1 e-livros (31 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:47)
Carlos de Albuquerque