Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta – Renúncia

Renuncio...

À ignorância dos que se julgam esclarecidos
Ao saber que institui poder
Ao verbo que ofende à sabedoria
Ao título que reprime o saber
Ao trono da vaidade
Ao sorriso forçado
Ao mau humor inexplicado
À resposta obrigatória
Ao olhar que acusa
Ao comportamento que oprime
À condição de oprimida
Ao “sim” não discutido
Ao “não” mal resolvido


Não abro mão da verdade
Do sorriso maroto
Do olhar espontâneo
Da gargalhada inesperada
Dos devaneios em noite de lua cheia
Do rastro do pecado na areia
Da valsa improvisada
Da liberdade conquistada


Aug/05/05 – 4:11pm



Sandra Mara
Enviado por Sandra Mara em 05/08/2005
Reeditado em 07/02/2008
Código do texto: T40542

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Mara
Estados Unidos
84 textos (12088 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 11:54)
Sandra Mara