Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desabafo

     Senti-me só mesmo estando à minha volta aquela multidão. A música se confundia com aquela algazarra que me iritava. Tinha muita comida, bebida, gente para todos os lados, porém aquilo estava me causando transtorno. As vezes sinto vontade de chorar, como agora, como muitos dias meus olhos rasos d'água, aquele nó tão conhecido na garganta.
     Sempre a mesma atitude;
     Fugir.
     Fugir dos meus problemas como se eles depois não me perseguissem como fantasmas. É necessário para todas as perguntas uma resposta. O ser humano necessita de simbolos para sentir-se querido. è necessário um caminho, um cantinho para refugiar-se depois da tempestade, tudo isso eu procurei naquela multidão e não encontrei. Porém não desanimei, pois ali talvez pertinho de mim poderia estar alguém que estivesse chorando, cantando, sorrindo! E felizmente te encontrei e amei.
Douriana Brandão
Enviado por Douriana Brandão em 07/08/2005
Código do texto: T41125
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Douriana Brandão
São Luís - Maranhão - Brasil, 37 anos
1 textos (119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:05)
Douriana Brandão