Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APELO!

Uma criança encontra-se desaparecida!

Idade

Aquela em que o sonho ainda se faz presente
E a realidade se confunde com a fantasia.

Estatura

Do tamanho que seu coração possa abrigar
E seu colo possa acolher;

Cabelos

De menina moleca,
Despenteado e sem compromisso,
Esperando sempre um cafuné;

Olhos

Vivos e brilhantes!
Ainda não conhecem a tristeza
E quando te olham, enchem tua vida de alegria;
Traz aquela magia dos sonhadores
E a esperança infinita na bondade humana;

Boca

Grande!
Daquelas que deixam as verdades escapar de propósito
E ainda diz que foi sem querer.
Adora falar que ama, quando Ama;

Manias

Ah, são muitas!
Adora abraço, chamego e deguinho;
mostra o dói-dói só p´ra ganhar beijinho;
Corre ao sol para celebrar a vida,
Gosta de tomar banho de chuva
Mas morre de medo do trovão,
Acredita que é o céu brigando com os adultos.
Se tem medo, chora!
E quando chora, só quer colo!
E quando o tem, não quer largar.
Fala para todos que é rica,
Que tem uma caixinha cheinha de tesouros.
São suas virtudes!
Lá, estão guardados seus segredos para cuidar dos corações sofridos;
Ela nem sabe, mas já é diplomada e sabe curar feridas emocionais;

Sonhos

De manhã quer ser bailarina,
À tarde professora,
À noite diz que vai ser escritora
E quando vai dormir, diz que vai encontrar a madrugada, brincar de fazer poesia e se fantasiar de alegria;
Quando acorda, fala dos sonhos, das fadas e dos duendes;
E acordada, também sonha com um príncipe,
que use jeans, goste de brigadeiro, toque violão
E que recite poesias em noite de lua cheia;
Que fale com as estrelas
Goste de banho de mar;
E ande descalço na areia;

Não se sabe a data exata do seu desaparecimento
Sabe-se apenas, que alguém viu dos seus olhos, uma lágrima a rolar;
Que seu sorriso se escondeu;
Que sua alma entristeceu;
E que da vida, se escondeu!

Peço a quem encontrá-la, que cuide com carinho,
Aperte a sua mão com firmeza,ela gosta de se sentir segura;
Aqueça seu coração com ternura;
Abrace-a em seu colo com doçura;
Fale do amor, da alegria e da amizade;


E, por favor me avise, porque preciso urgentemente me encontrar!


Aug/29/05 - 9:46pm
Sandra Mara
Enviado por Sandra Mara em 29/08/2005
Reeditado em 07/02/2008
Código do texto: T46096

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Mara
Estados Unidos
84 textos (12087 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:54)
Sandra Mara