Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brasil

Pátria Amada, Mãe Gentil
A quanto tempo não nos falamos
Parece que foi ontem...

Parti, num vôo livre
Como tantos outros filhos teus,
Voei em busca de um sonho
Sonho meu, que também era sonho teu

A ti Mãe Gentil,
Venho hoje, calorosamente abraçar
Venho também, em nome dos meus irmãos,
O teu perdão buscar

Perdoa-nos Mãe
A todos nós, que num desatino de mudar
Um dia acreditamos que, ao nos libertarmos de tuas asas,
Poderíamos mais alto voar

Perdoa-nos Mãe
Pela nossa omissão à defesa do teu nome
Por nosso silêncio diante das injúrias que sofrestes
Por assistirmos passivos ao assassinato das tuas riquezas naturais
Pela nossa covardia diante da dilapidação de teu Patrimônio histórico
Pela nossa indiferença ao penar de teus filhos e filhas

Perdoa-nos Mãe Amada
Por não participar dos momentos decisivos teus
Por entregar-te aos cuidados de políticos inescrupulosos
Por criticar de longe, os erros cometidos
E por nada fazer para corrigi-los

Perdoa-nos
Por essa ausência
Por esse vazio deixado
Pelas vezes em que desacreditamos
Na tua capacidade de prosperar
Pela falta de esperanças
Pela descrença no teu povo
Que também é povo meu.
Sandra Mara
Enviado por Sandra Mara em 07/09/2005
Reeditado em 07/02/2008
Código do texto: T48557

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Mara
Estados Unidos
84 textos (12087 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:23)
Sandra Mara